skip to Main Content
duende@divagacoes.org

Uma Introdução a Magias Oníricas

por Phil Hine traduzido por Duende
no dia 41º dia das Conseqüências do 3176 Ano da Deusa

Explorar as possibilidades de Magia dos Sonhos é uma maneira efetiva e poderosa de romper com a consciência linear e permitir magia em sua vida. Possíveis magistas podem ser identificados em virtude do conteúdo de seus sonhos, e não é incomum que as pessoas encontrem seus mentores em sonhos. Nós tendemos a pensar em sonhos como um aspecto muito pessoal de nossa experiência, então algumas vezes é desconcertante quando alguém que conhecemos aparece em nossos sonhos. No Sonhar a linha do tempo é abolida e distancia não existe. Nós podemos testemunhar eventos do passado, futuro ou presente alternativo. Sonhos são um ponto de partida eficaz para ingressar nos mundos interiores. Podem ser úteis na indução sonhos proféticos ou encontros com espíritos para discutir um problema particular. Uma amiga minha que produz incensos e perfumes me disse que ocasionalmente sonha com uma fragrância única, que em vigília, ela pode então analisar e manufaturar. O artista mago Austin Osman Spare escreveu que ele algumas vezes acordava estando em frente a uma pintura finalizada, tendo pintado ela enquanto dormia. Sonhos podem trazer novas idéias, revelações, e muitos tons de experiências mágicas. Tendo alguma pratica em Magia de Sonhos pode ser um auxilio para o desenvolvimento de técnicas da chamada Magia Astral

A linguagem dos Sonhos

Vejo, através da leitura de meu diário de sonhos, que parecem haver diversos tipos, ou graus, de sonhar. Alguns sonhos parecem ser sem sentido – não relacionados com outras áreas de minha vida. Alguns parecem ser de alguma maneira relacionados com coisas que aconteceram comigo. Por exemplo, na noite anterior a escrita deste parágrafo, a ultima coisa que fiz antes de ir dormir foi ouvir uma fita de comédia. Eu sonhei que eu era um comediante viajando entre os shows. Outros sonhos podem ter uma qualidade diferente – uma consistência interna que faz deles mais memoráveis. Alguns sonhos podem conter conjunto de imagens ou eventos relacionados ao seu trabalho mágico. É geralmente visto como um “bom sinal” de progresso quando você começa a ter sonhos a respeito de sua pratica magicka.

A linguagem do sonho nem sempre é clara – é geralmente embaralhada e pessoal. O significado de seus sonhos torna-se muito mais uma questão de julgamento pessoal. Você vai constatar, ao longo do tempo, que a “mensagem” de alguns sonhos se tornam muito mais claras, embora você reconheça intuitivamente que algumas são claramente sem sentido. Outras, entretanto, podem não ser tão simples assim, e necessitarão de uma interpretação minuciosa. Existem muitos livros que tentam fornecer “interpretações” genéricas para sonhos, mas em geral, é mais eficaz se você aprender a entender e interpretar seu próprio quadro-de-imagens do sonhar. Se num sonho parecer ambíguo, mas com algum significado, você pode, por exemplo, recorrer a suas laminas de tarot ou outra forma de oráculo para mais “pistas”.

Abordagens Básicas para Controle dos Sonhos

É tremendamente fácil fazer com que o conteúdo dos sonhos se adapte as suas expectativas. Pessoas que estão sob uma análise Freudiana tendem a ter sonhos “Freudianos”, enquanto pessoas que estão sob uma psicoterapia Jungiana tendem a experimentar sonhos “Jungianos”. Você pode escolher começar experimentando o Controle do Sonhar definindo um “tema” para seus sonhos – como um assunto particular, localização ou pessoa. Existem diversas abordagens diferentes para intencionalmente ir guiar o conteúdo dos sonhos.

Controle dos Sonhos Usando Sigilos

Primeiramente, antes de dormir, realize um exercício de relaxamente e formule claramente a Declaração do Intento com relação à sua experiência onírica.Por exemplo, “É minha vontade ter um sonho com meu pai”. Uma vez feito isso, você pode permitir sua mente “vagar” até cair no sono.

Alternativamente, pode tentar visualizar uma cena ou imagem enquanto cai no sono. Não é necessário que seja uma visualização forte, apenas visualize como um foco da atenção até você dormir.

Uma terceira forma de programar o conteúdo onírico é usar um sigilo gráfico (yantra) ou um sigilo mantrico. Independente da técnica que empregue, lembre-se que o ponto x da questão é não impor sua vontade em seus sonhos, mas estar relaxado no momento da formulação da sua intenção.

Escapando dos Sonhos

Esta é uma técnica básica para induzir a repetição e ampliação de um fragmento onírico. Você simplesmente escreve que você pode regressar para um sonho e então a próxima vez que for dormir, imagine-se revivendo aquele sonho. Descobri que não ajuda se você estiver cansado, pode cair num meio-sonho, meio estado de alerta quando todos os tipos de imagens sensoriais – vozes, rostos, lugares etc.– , parecem girar em torno de você. De novo, uma vez acordando, você escreve qualquer fragmento que conseguir se lembrar, e use-o para ampliar o que sonhou previamente.

Com o tempo, esta abordagem permite a você criar seu próprio cenário onírico- que pode ser usado de uma forma similar aos templos astrais/sanctum astrais.

Telepatia Onírica

A possibilidade de transmissão de informação telepática através de sonhos tem sido objeto de uma boa parte de pesquisas parapsicológica, comumente na forma que o “emissor” tenta projetar alguma informação qualquer para o sonhador. Entretanto, pode ocorrer de você ter um sonho sobre alguém em uma situação particular, que pode se tornar real.

Obvio que, a única maneira de descobrir se o sonho foi ou não de conteúdo telepático é checando com a(s) pessoa(s) envolvida(s) e ver se seu sonho tem algum significado para ela(s). Outra possibilidade é estabelecer um link telepático entre você e outra pessoa usando o olfato. Se 2 pessoas usam um perfume ou fragrância particular, de modo que o aroma evoque a imagem ou a memória de outra pessoa, então isso pode ser usado para criar um link onírico. Se o aroma é inalado antes de dormir, ao mesmo tempo em que é feito o relaxamento + a visualização de uma imagem da outra pessoa, e uma Declaração de Intento para o sonho, então é possível que a outra pessoa possa sentir aquela fragrância no sonho dela, e estar mais receptiva para a experiência telepática. Eu usei esta técnica em uma série de experimentos, onde uma parceira e eu descobrimos que poderíamos acordar durante uma hora específica durante a noite, usando aromas como um “reforço” telepático.

Sonhos Compartilhados

Um sonho compartilhado é um evento que 2 ou mais pessoas experienciam o mesmo sonho, ou elementos de um sonho semelhante. Alternativamente, você pode sonhar sobre você mesmo e outra pessoa no sonho, e descobrir mais tarde que essa pessoa também sonhou contigo e com ela, talvez num contexto diferente. De novo, a única maneira de validar isso é confirmar com as pessoas envolvidas. Tentativas de orquestrar sonhos compartilhados em um grupo pode ser um exercício interessante, talvez usando um ‘pathworking’ semi-estruturado para prover o cenário básico no qual os participantes poderiam programar-se a sonhar. Algumas experiências em sonhos compartilhados, por exemplo, foca em todos os participantes tentando encontrar uns aos outros em um cenário, que pode ser um lugar real, ou imaginário conhecido por todos que participam do experimento.

Sonhando o Futuro

Esses sonhos tem o poder de nos avisar que o futuro é uma idéia antiga, e sonhos precognitivos desempenharam um papel importante nas civilizações antigas. Baseando-se num sonho, o destino de um país ou estado poderiam ser moldados. Sonhos sobre o futuro podem ser simbólicos, distorcidos ou mesmo altamente detalhados e claros, mas é muitas vezes dificil distinguir, de antemão, quais são os elementos importantes de um sonho. Alguns anos atrás, alguns amigos decidiram realizar uma experiência de sonhar o futuro. Eles planejaram visitar uma cidade que nenhum deles tinha visitado antes, e então se programaram a sonhar eles mesmos nela. Uma pessoa ficava vendo uma imagem recorrente de um gato de pescoço comprido, mas dentro de sua vida ele não conseguia descobrir como aquilo era relevante. Quando ele realmente visitou a cidade, praticamente a primeira coisa que ele viu, depois de sair do carro, era uma loja de antiguidades. Na vitrine tinha um modelo em vidro de um gato de pescoço comprido.

Sonhando Lúcido

A definição básica de um sonho lúcido é aquele que você sabe a partir de algum momento que está sonhando – como se você ‘acordasse’ para a consciência do sonho. O termo ‘sonho lúcido’ foi criado em 1913 por um psiquiatra holandês- Frederik van Eeden. Pesquisas investigando a incidência de sonhos lúcidos têm descoberto que mais de 50% das pessoas tem pelo menos 1 sonho lúcido em toda a suas vidas. Sonhos lúcidos também são distinguidos de sonhos comuns quando, ao acordar, tem-se uma impressão de ser como uma continuação do sonho, n   o estado de vigília.

Abordagens para engatilhar sonhos lúcidos:

1. Incongruência

Sonhos lúcidos podem ser desencadeados pelo reconhecimento repentino de uma série de imagens incongruentes em um sonho. Por exemplo, uma vez sonhei que estava em uma casa que deixei de morar a mais de uma década. O sonhos era perfeitos em todos os detalhes, exceto quando olhei para meus pés, vi que estava calçando um par de sapatos que não possuía na época. Essa esse choque de incongruência me fez perceber que estava sonhando.

2. Indução Mnemônica de Sonho Lúcido(IMSL)

Esta abordagem é realizada ao acordar, de manha cedo, de um sonho. Depois de acordar, tente lendo ou caminhar um pouco, então deite-se para dormir novamente. Imagine-se dormindo e sonhando – repetindo os elementos do sonho que acabou de ter, e ordenando para si mesmo: “A PROXIMA VEZ QUE SONHAR ISSO, LEMBRAREI QUE ESTOU SONHANDO”.

Lucidez também pode ser adquirida metaprogramando-se de forma que se uma imagem particular ou cena aparecer, isto desencadeará lucidez, i.e “ME TORNAREI LÚCIDO (A) TODA VEZ QUE UMA ESFERA AMARELA FLUTUAR EM MINHA DIREÇÃO.”.

Além disso, não é incomum para pessoas tornarem-se lúcidas em um sonho quando elas percebem que elas já tiveram aquele sonho antes, relembrando como ele se desenvolve, e não querer repetir a experiência dele.

3. Lucidez Desperta

Um psicólogo alemão, Paul Tholey, sugeriu que se formos mais “lúcidos” enquanto despertos, então talvez nos tornemos mais lúcidos durante nossa vida onírica. Ele sugere que nos perguntemos varias vezes durante o dia: “Estou sonhando ou não?”. Nunca encontrei alguém que tentou esse método, mas a pura determinação e persistência de constantemente lembrar-se disso a cada dia, poderia agir como uma forma de auto-programação. (NT-Veja o artigo semana da lucidez)

4. Reconhecimento de uma imagem ou símbolo

O reconhecimento de uma imagem ou simbolo-o qual se tem meditado-em um sonho, pode disparar um gatilho e trazer lucidez. O Nagual de Carlos Castañeda, Don Juan Matus, aconselha seus alunos a aprenderem a olhar suas mãos enquanto sonham, e com isso adquirir a consciência lúcida do sonho.

Criação de uma Tulpa Onírica

Uma ‘tulpa’ é uma forma pensamento ou servidor, que pode realizar uma tarefa particular para um mago ou agir como um “ajudante” geral. Elas são de natureza similar aos Espiritos de Forma-Desejo. Uma Tulpa Onírica assume inicialmente a forma de uma figura sombria—[como uma sombra (NT: se você já jogou warcraft III lembra os Shade)] Xamãs do Tibet, que é da onde deriva o nome, frequentemente projetam essas figuras na forma de monges— e você deve começar gradualmente a enfeita-lo com características ao longo do tempo. Por exemplo, você pode gastar alguns minutos trabalhando com a Tulpa Onírica toda noite. Seu objetivo deve ser não tanto impor as características na forma-sombra, mas deixá-las surgir. Por exemplo, você pode perceber, na primeira vez que executa, que a Tulpa é um homem. Mentalmente note uma ou 2 características(escreva-as quando puder) e deixe por isso mesmo. Na próxima noite, você pode considerar que o homem usa anéis de ouro maciço nas mãos. O truque é deixar que a forma construir-se gradualmente, com cada vez mais detalhes e criando sua própria “vida”, até que ela espontaneamente cruze para dentro de seu sonho.

Saber que você sonhou com a Tulpa é, por si só, um grande passo a frente. Se alcançou este estagio, então você pode considerar a trabalhar com a Tulpa conscientemente, em estados de vigília, semi-vigilia, e/ou de sonhos. Você pode, por exemplo, pedir para a Tulpa agir como um ‘gatilho’ para trazer a lucidez ao seu sonhos, ou te guiar a diferentes reinos nas terras dos sonhar(NT:Se leu Sandman já tem uma noção de como pode ocorrer isso). É importante que você tenha um relacionamento de sinceridade e confiança com a Tulpa, um que você a reconheça como uma entidade individual, lembrando sempre que ela é sua total responsabilidade (tanto pelo que a ela acontece, como pelo que ela faz).

Fazer uma ponte entre o Limiar da Consciência

Pode ser gratificante tentar uma abordagem de sonhar de um ponto de vista não ocidental, como as dos Australianos Aborígenes. Os Antigos Egípcios acreditavam que dormir é um “ensaio” para a morte, e os caminhos entre as terras dos mortos podem ser mapeados através do sonhar. Os Chippewa do Canadá e norte dos EUA acreditam que a origem de suas habilidades tribais, costumes e valores vieram de sonhos ou visões.

As Aplicações Mágicas de Sonhar

Revelação & Oráculo

A procura por revelações de um tipo ou outro – ou por uma resposta para uma questão urgente ou um problema, pode frequentemente terminar em um sonho. Em sociedades “primitivas”, o curso de vida de um indivíduo pode drasticamente ser mudado por um sonho. Em algumas sociedades Nativo-Americanas, por exemplo, o papel transexual de Berdache(homem-mulher) era frequentamente confirmado através da interpretação dos sonhos dos candidatos.

Incubação de Sonhos

Esta é uma pratica na qual sonhos relevantes são obtidos dormindo em um local sagrado relacionado a um espírito ou culto específico. Esta pratica é característica de muitas culturas, do Antigo Egito ao Tibet. Pelo século 3 A.D., tornou-se popular na Grécia pedir por cura física através de sonho – o culto de Aesculapius tornou-se o mais difundido culto de incubação de sonhos. Pelegrinos podiam, seguindo ritos de purificação e preparação(como sacrifício, orações etc.), dormir nas peles de animais sacrificados, cercados por cobras amarelas(um símbolo do deus), de modo que eles podiam sonhar com o deus Aesculapius – o que era em si mesmo uma cura maravilhosa. Mais tarde, em Roma, o sonho não era ele mesmo uma cura, mas uma fonte de aconselhamento médico.

Da mesma maneira, não é incomum para pessoas que participaram de um ritual mágico, o sonho ser uma continuação do ritual. Já foi relatado que dormir numa área onde um ritual grupal ocorreu pode facilitar isso.

Procurando Respostas Através de Sonhos

Respostas para problemas ou perguntas específicas podem ser obtidas através de sonhos usando, por exemplo, um sigilo de algum tipo. Já não é, entretanto, garantido que a resposta não seja ambígua ou inequívoca.

Objetos de Poder & Nomes Espirituais

Objetos de Poder Pessoal podem ser obtidos de forma onírica. Símbolos ou imagens observadas em sonhos podem ser transferidos para o mundo de vigília como talismãs ou fetiches. Tais artefatos ‘carregam em si’ a essência do sonho – talvez como uma lembrança da lucidez intensificada a qual ela foi experimentada.

Também espíritos e outras entidades podem revelar os próprios nomes em sonhos. Um amigo meu recebeu seu “nome mágico” em um sonho. Pode-se dar forma para as entidades encontradas em sonhos, por exemplo: uma pintura, um boneco, ou escultura, e serem trabalhados num nível consciente.

Estas são apenas algumas das aplicações de Magias dos Sonhos, mas já são suficientes para serem um inicio na exploração desta fascinante área de trabalho mágico.

Um Projeto de Magia Onírica

Nos próximos 3 meses, faça experimentos com técnicas de Magia Onírica que foram discutidas acima. Tente e objetive para:

a) Algum sucesso em ter sonhos nos quais imagens/eventos que você ‘programou’(i.e. usando sigilo ou Tulpa) apareçam.

b) Um aumento na freqüência e profundidade dos sonhos lúcidos.

Você encontrou alguma(s) técnica(s) que funcionou(funcionaram) melhor do que outras? Você descobriu uma nova abordagem magia Onírica por você mesmo? Você achou que, no geral, houve um aumento das imagens mágicas que apareceram nos seus sonhos?

fonte: http://www.philhine.org.uk/writings/rit_dreamintro.html
This Post Has 2 Comments

Deixe uma resposta

Back To Top
Search