Como proteger-se de ataques psíquicos

Por E.A. Koetting
Traduzido por Duende

Olá Leitor

Eu iniciei meu caminho na Senda quando tinha por volta de 12 anos de idade. Nos últimos 20 anos pude observar que a maioria das pessoas não levam em consideração a realidade e meu lugar nela.

Uma das observações que constatei ser verdade é que durante todo o tempo que você se torna ativamente engajado no processo de aperfeiçoamento de seu Potencial Ilimitado, sua aura, sua energia, sua alma em si começa a brilhar com mais intensidade.

 Pessoas podem sentir isto e, com certeza, podem reagir a isto. A maioria das pessoas são atraídas por aqueles que brilham; Elas tem o senso instintivo que podem confiar naquela pessoa, e mais ainda, elas podem aprender com aquela pessoa.

Entretanto, existe um lado sombrio, ou negativo, por possuir um brilho radiante. A maioria das pessoas que tem experiência em ocultismo não lhe dirão isto, eles lhe dirão que se você aumentar sua ressonância energética e expandir sua aura, tudo ficará sossegado, numa boa.

Bem, eu fiz um compromisso com você, lhe dizer a verdade, não importa ela qual seja, porque vi em você seu absoluto POTENCIAL ILIMITADO, e sei que pode lidar com qualquer coisa e algo mais, uma vez que tenha a informação correta. Continue lendo “Como proteger-se de ataques psíquicos”

Teia da Prosperidade

No meu post anterior eu havia colocado algumas coisas referentes às energias do verão dentro de um paradigma pagão, os trabalhos feitos para crescimento, prosperidade, amor, cura e divinação nessa época tem um efeito muito benéfico e rápido justamente por causa dessa energia natural da estação.

Hoje eu tive um sonho com um amigo onde eu encontrava um grimório e fazia magia evocando uma entidade desse grimório. A sincronicidade foi que esse mesmo amigo assim que eu entrei no msn me passou o link do trabalho magicko da Teia da Prosperidade. Logo que vi o trabalho e como ele funcionaria prontifiquei a fazê-lo e também de fazer com que essa teia não fosse restringida pela língua inglesa, dando assim a oportunidade e minha energia, para que ela possa crescer em nível nacional, traduzindo toda a explicação dada no fórum sobre como participar da teia e os simbolismos usados.

Qualquer um que esteja interessado pode fazer e ainda pode partilhar de seu resultado ou técnica usada na comunidade da Ellis em língua portuguesa no orkut ou mesmo nos comentários desse blog. Toda pessoa que quiser pode também espalhar esse post bem como a tradução para qualquer pessoa que conheça ou que esteja interessada em participar da teia. Tanto a tradução, quanto o símbolo usado estão abaixo:

Prosperity Web

Teia da Prosperidade

Retirado do link: http://deathbylollipop.com/forum/index.php?topic=1621.0#msg9535
Adaptação livre para o português por Chaos Baby
Originalmente postado em: http://realidadedemitida.blogspot.com/2010/12/teia-da-prosperidade.html

A idéia: Criar uma “teia” de energia programada pelos participantes. O foco da teia é Prosperidade.

Como fazer esse trabalho?

Continue lendo “Teia da Prosperidade”

Uma Introdução a Magias Oníricas

Uma Introdução a Magias Oníricas

por Phil Hine traduzido por Duende
no dia 41º dia das Conseqüências do 3176 Ano da Deusa

Explorar as possibilidades de Magia dos Sonhos é uma maneira efetiva e poderosa de romper com a consciência linear e permitir magia em sua vida. Possíveis magistas podem ser identificados em virtude do conteúdo de seus sonhos, e não é incomum que as pessoas encontrem seus mentores em sonhos. Nós tendemos a pensar em sonhos como um aspecto muito pessoal de nossa experiência, então algumas vezes é desconcertante quando alguém que conhecemos aparece em nossos sonhos. No Sonhar a linha do tempo é abolida e distancia não existe. Nós podemos testemunhar eventos do passado, futuro ou presente alternativo. Sonhos são um ponto de partida eficaz para ingressar nos mundos interiores. Podem ser úteis na indução sonhos proféticos ou encontros com espíritos para discutir um problema particular. Uma amiga minha que produz incensos e perfumes me disse que ocasionalmente sonha com uma fragrância única, que em vigília, ela pode então analisar e manufaturar. O artista mago Austin Osman Spare escreveu que ele algumas vezes acordava estando em frente a uma pintura finalizada, tendo pintado ela enquanto dormia. Sonhos podem trazer novas idéias, revelações, e muitos tons de experiências mágicas. Tendo alguma pratica em Magia de Sonhos pode ser um auxilio para o desenvolvimento de técnicas da chamada Magia Astral

A linguagem dos Sonhos

Vejo, através da leitura de meu diário de sonhos, que parecem haver diversos tipos, ou graus, de sonhar. Alguns sonhos parecem ser sem sentido – não relacionados com outras áreas de minha vida. Alguns parecem ser de alguma maneira relacionados com coisas que aconteceram comigo. Por exemplo, na noite anterior a escrita deste parágrafo, a ultima coisa que fiz antes de ir dormir foi ouvir uma fita de comédia. Eu sonhei que eu era um comediante viajando entre os shows. Outros sonhos podem ter uma qualidade diferente – uma consistência interna que faz deles mais memoráveis. Alguns sonhos podem conter conjunto de imagens ou eventos relacionados ao seu trabalho mágico. É geralmente visto como um “bom sinal” de progresso quando você começa a ter sonhos a respeito de sua pratica magicka.

A linguagem do sonho nem sempre é clara – é geralmente embaralhada e pessoal. O significado de seus sonhos torna-se muito mais uma questão de julgamento pessoal. Você vai constatar, ao longo do tempo, que a “mensagem” de alguns sonhos se tornam muito mais claras, embora você reconheça intuitivamente que algumas são claramente sem sentido. Outras, entretanto, podem não ser tão simples assim, e necessitarão de uma interpretação minuciosa. Existem muitos livros que tentam fornecer “interpretações” genéricas para sonhos, mas em geral, é mais eficaz se você aprender a entender e interpretar seu próprio quadro-de-imagens do sonhar. Se num sonho parecer ambíguo, mas com algum significado, você pode, por exemplo, recorrer a suas laminas de tarot ou outra forma de oráculo para mais “pistas”.

Abordagens Básicas para Controle dos Sonhos

É tremendamente fácil fazer com que o conteúdo dos sonhos se adapte as suas expectativas. Pessoas que estão sob uma análise Freudiana tendem a ter sonhos “Freudianos”, enquanto pessoas que estão sob uma psicoterapia Jungiana tendem a experimentar sonhos “Jungianos”. Você pode escolher começar experimentando o Controle do Sonhar definindo um “tema” para seus sonhos – como um assunto particular, localização ou pessoa. Existem diversas abordagens diferentes para intencionalmente ir guiar o conteúdo dos sonhos. Continue lendo “Uma Introdução a Magias Oníricas”

Uma Introdução a Rituais de Banimento

por Phil Hine
traduzido pelo rev.Beraldo
em 31o dia das Consequências de 3175 YOLD

Se eu ganhasse uma libra por cada pessoa que chegou pra mim e disse,”oh,eu não me importo com rituais de banimento”-e, em seguida, perguntou por que estava tendo problema com a magia- eu provavelmente teria, hm… Bom, dinheiro o bastante pra comer um bom bife num restaurante respeitável de Londres. Um Ritual de Banimento é um dos primeiros exercícios que você deve aprender em magia (na minha opinião, de qualquer forma), e, fazendo isso, você pode se safar de um monte de problemas mais tarde.

“Banir” também é conhecido como “Centrar”, que, em muitos aspectos, é um termo mais preciso para o exercício.

Então, o que é um Ritual de Banimento? Essencialmente, o Banimento possui três objetivos. O primeiro é te “aquecer”, como uma preparação para outro ritual, meditação ou o que quer que seja, para que você coloque de lado os pensamentos da “vida quotidiana” -“o que vai passar na TV mais tarde?”, etc. Ele te permite assumir o papel de “mágico”(vou falar sobre isso depois), e para te colocar no “centro” do seu universo mágico-o axis mundi. Em segundo lugar, o banimento torna o espaço onde você está tralhando “sagrado”, então o loft, quarto, porão ou onde quer que você esteja se torna, temporariamente, um “templo”. Em terceiro lugar, um banimento “limpa” a atmosfera da área na qual você está trabalhando dos “fragmentos psíquicos”-não estou inteiramente feliz com essa descrição, então vou tentar expandir isso melhor depois.

A maioria dos rituais de Banimento possuem três componentes básicos:

  1. Uma seção para focar a sensibilização do BodyMind*.
  2. Uma seção para demarcar as zonas principais, os portões, quadrantes ou dimensões do universo mágico escolhido—no qual você é o centro.
  3. Uma identificação com a fonte de inspiração escolhida —fundindo o macrocosmo(psicocosmo total) com o microcosmo(o self).

Exemplo de Banimento Continue lendo “Uma Introdução a Rituais de Banimento”

Ritual Gnóstico do Pentagrama – RGP

No RGP – Ritual Gnóstico do Pentagrama –  primeiramente a intenção é a libertação e banimento de qualquer simbolismo pré-existente, afim de que o magista possa entrar em contato com o Self e assim obter o sucesso desejado em qualquer operação mágica.

Usos do RGP:

  • Para estabelecer o equilíbrio, concentração e controle antes e após rituais mais complexos.
  • Para praticar a visualização a qualquer momento.
  • Como um exorcismo preliminar de indesejáveis fenômenos mentais ou psíquicos.
  • Como um auxílio à cura, particularmente auto-cura.

Praticamente a pomada do peixe-elétrico do amazonas.

Ele se inicia com a respiração profunda e mentalização de radiâncias em cinco centros vitais de nosso corpo (relacionados completamente com os chakras). Cada radiância é acompanhada com a vibração de uma vogal e deve causar uma sensação específica no momento de sua entoação. As vogais são vibradas como mantras no momento da exalação (técnica conhecida como pranayama) Conforme descrito em sua concepção :

O corpo deve ser tocado como um instrumento musical, com cada parte ressonando de acordo com um tom.

Realizado tal processo, deve-se traçar em sentido anti-horário um pentagrama para cada um dos quatro cantos (Norte, Sul, Leste, Oeste). Ao concluí-los, deve-se novamente voltar ao início e entoar novamente as vogais.

Segue o procedimento do ritual: Continue lendo “Ritual Gnóstico do Pentagrama – RGP”

RMdP – Ritual Menor do Pentagrama

Pra executarmos um trabalho de magia cabalística, primeiro se faz necessário compreendermos um pouco mais sobre a Árvore da Vida.

Verificamos que há um diagrama atribuindo as 10 Sephiroth à figura de um homem. Acima da cabeça, formando uma coroa está Kether, que representa o espírito divino, e aos pés está Malkuth. Aos ombros direito e esquerdo são atribuídos Gevurah e Gedulah, Marte e Júpiter, Poder e Majestade. Na configuração cabalística, Kether está em correspondência com a Mônada, a dinâmica e essencial individualidade de um homem, o espírito que procura experiência através da encarnação aqui na terra.

É altamente significativo o fato dessa Sephirah ou potência ser colocada acima da cabeça e não dentro do cérebro ou no centro do coração, pois Kether é a luz do espírito que brilha sempre sobre as trevas abaixo. Esta é uma idéia que tem paralelos também em outros sistemas. Na Teosofia por ex. é dito que a “centelha do Divino ofusca o ser visível, que tem a possibilidade de tornar-se unido àquela centelha, pois que o Espírito superior não está no homem, mas acima dele”.

Todo processo místico e mágico tem por objetivo purificar o homem, de modo que a centelha ou Espírito, que normalmente apenas nos ofusca, possa descer para um veículo purificado e consagrado.

Segundo a tradição esotérica, a execução do Ritual Menor do Pentagrama, ou RMdP,  tem como objetivo, primeiro, invocar os poderes do Espírito/Centelha como fonte constante de vigilância e orientação, promovendo o contato com as forças divinas tranzendo-as para dentro de si. Segundo, proteção e limpeza, pois ao invocar os poderes divinos e trazê-los para sua esfera mágica, esses poderes eliminam todos os tipos de pensamentos obsedantes e perturbadores.

Este ritual deve ser usado sempre, diariamente para centrar –se você chegou aqui via google deveria fazer 2 vezes ao dia, de manhã e de noite… até pegar o jeito…– , Continue lendo “RMdP – Ritual Menor do Pentagrama”

Calendário Erisiano e Relógio Santo-Discordiano

Para conhecimento de todos que um dia quiserem saber a magia de como ter seu próprio relógio discordiano e calendário erisiano no seu espaço virtual:

Pra isso é necessário ter algum conhecimento básico de html, javascript e css(ou conhecer alguem que o tenha)

colocar o link para o script do discordian-time.js e discordian-time.css (e so clicar com botão direito e salvar como)
dentro do <style type=”text/css”……

@import url("<?php bloginfo('template_directory'); ?>/discordian-time.css");

<4dummies> indicar um caminho no css que diga onde esta o css que vai alterar a fonte do relogio </4dummies>

e antes de fechar o </head>

<script type="text/javascript" src="<?php bloginfo('template_directory');?>/discordian-time.js"></script>
</head>

<4dummies> indicar um caminho no css que diga onde esta o javascript que vai calcular e exibir relogio </4dummies>

pronto agora no codigo nao precisa mais mexer. é so por o discordian-time.css e o discordian-time.js dentro da pasta do tema corrente

e adicionar na barra lateral ( ou qualquer outro lugar que vc quiser as seguintes linhas: Continue lendo “Calendário Erisiano e Relógio Santo-Discordiano”

Dica do SatA

Segue um relato/dica do SatA:

Faz pouco tempo que tenho me ligado em “viradas de ano”.
Para mim, esta, como outras, era apenas mais uma data, mais um dia.
Tinha um pensamento que, não é porque um bando de idiotas resolveu que essa data era “virada” de alguma coisa que deveria necessariamente ser.

Meu pensamento mudou quando, por pura diversão, resolvi fazer uma macumba no sítio do meu pai na virada de 2001 pra 2002.
O ano tinha sido “trevas” para mim e para o mundo com a personificação da lâmina “Tower”.
Todas as tretas erradas que rolaram comigo naquele período, me estimularam a fazer uma macumba de limpeza, um troço parecido com o “descarrego” dos umbandistas e da IURD.
O resultado foi um dos melhores anos da minha vida em 2002.

A partir daí comecei a dar uma atenção maior a “datas” e a esta em especial, a “virada do ano”.

Este será um ano complicado. É o ano do Tigre, o ano de Vênus dois “nervozinhos”. Há ainda a questão do 3 que é outro ponto de ruptura, de passagem. Um ano pra se tomar cuidado, se é que me entendem.

Por outro lado, há duas questões que me chamaram atenção. É o ano das fadas e o acontecimento deste dia 31 é bem interessante: A Lua Azul.

Lua Azul é a segunda lua cheia do mês. Não é tão incomum sua ocorrência, porém, a sua última aparição em uma virada do ano, ocorreu ha 19 anos atrás. O que a torna especial por este aspecto. Lua Azul na virada do ano, só de 19 em 19 anos.

Por este motivo, creio que seja um acontecimento especial para quem gosta de usar este momento pra fazer algum ritual. A lua azul renova forças e é um boa oportunidade para afinar com a egrégora dos “regentes” do ano. Especialmente as fadas e Vênus.

Sei que há pessoas que estão pouco se fudendo pra isso.
Não escrevo para elas. Meu objetivo é falar com aqueles que testaram algo, como eu, e deu certo. Pra estas pessoas só um toque:
Bora fazer uma macumba especial pra lua e entrar 2010 com o pé direito!

O que posso adiantar Continue lendo “Dica do SatA”

Oráculos: O Jogo de Heisenberg. Pt. 3

Saudações Joviais Formas de Carbono \o/

Nos últimos dois posts desta pequena série, tratei do assunto dos oráculos e predeterminações de uma maneira teórica, abrindo algumas idéias para reflexão, e espero que meus caríssimos leitores tenham de fato ponderado a esse respeito.

Hoje, porém, gostaria de trazer algumas considerações para o campo prático, propondo a todos uma prática mágica que batizei como: “O Jogo de Heisenberg”.

* Ohhhhhhhhh *

Continue lendo “Oráculos: O Jogo de Heisenberg. Pt. 3”

Quanto tempo demora?

A questão familiar “Então, quanto tempo demora para ver resultados?” É frequentemente ouvida em uma loja esotérica ou grupo, depois de explicar uma técnica esotérica para um recém-chegado à Arte. Ao perguntar “Quanto tempo leva?” O aluno revela várias coisas que são endêmicas do esoterismo moderno.

Falta de paciência: Relatórios trimestrais e Lucros Anuais

Muitas pessoas se aproximam do esoterismo como se estivessem olhando para um plano de negócios: o pensamento de curto prazo, retornos rápidos, o investimento mínimo, e de reforço usual através de  ‘dividendos’ (fenômenos paranormais), parecem ser as áreas de foco. Esta falta de “investimento a longo prazo” opera pequenas mudanças em seus professores, companheiros de loja, e o mais importante eles próprios.

A verdadeira realidade é que crescimento interior leva tempo!  Se leva um mínimo de 8 a 12 anos pra tornar-se um candidato a doutor em artes ou ciências, como nós podemos esperar algo menos para tornarmos proficientes na prática esotérica? (atenção q a palavra usada foi Proficiente, não expert, ou mestre, mas técnicamente capaz, com resultados confiáveis). Dolores Ashcroft-Nowicki, uma estudante do que mais tarde seria W.E. Butler, e co-fundadora dos Servants of Light (SOL), afirmou em uma intrevista que leva aproximadamente 10 anos para tornar-se hábil em técnicas mágicas. Jean Dubuis, fundador da sociedade alquímica Francesa – The Philosophers of Nature, frequentemente afirma que leva mais de 20 anos de práticas esotéricas sérias para desenvolver um dialogo de trabalho com um dos “Mestres Interiores”.

Continue lendo “Quanto tempo demora?”