skip to Main Content
duende@divagacoes.org

Oráculos: 06-23-15-34-18-59. Pt. 2

Verde !

No post de hoje continuarei com algumas divagações a respeito da utilização de oráculos, conhecimento do futuro e etc.

Em nosso último encontro – ou quase isso – expliquei minha visão sobre o funcionamento de um oráculo, isto é a capacidade de analisar linhas de probabilidade como resultado de determinada ou determinadas ações.

Todas as pessoas possuem uma capacidade oracular inata: a própria capacidade de planejar e traçar objetivos não deixa de estar dentro dessa questão, apesar de que mesmo pequenos planos como atravessar a rua podem ter conseqüências estranhas…….

Entretanto a diferença entre um oráculo e planejar é que o segundo está apenas considerando o esforço dirigido e sua imaginação, enquanto o primeiro trabalha a visualização e considera todos – ou dependendo da capacidade do oráculo boa parte – elementos envolvidos. Na verdade, partindo de uma perspectiva mais caótica, poderia se dizer que não há um oráculo perfeito, no sentindo que seja capaz de analisar todas as linhas de probabilidade – a menos é claro que se acredite na existência de uma criatura onisciente – representando a capacidade de olhar para o infinito infinitamente (ou de conhecer o infinito infinitamente no caso de nossa criatura onisciente :P).

Mas nem por isso devemos desconsiderar o uso desta ferramenta, da mesma forma que não se ganha eleições com intenção de voto, algumas análises se mostram bastante coerentes, mas as vezes surgem uns problemas (vejam a eleição para prefeitura de São Paulo no ano passado….). Mas acho que nessa altura todos já devem ter aceitado o fato que não vivemos num mundo de certezas.

Bom existem algumas formas diferentes de se consultar um oráculo: a) Pode-se usar ferramentas que conhecemos como o tarot, i-ching, runas etc, b) Usar e treinar as próprias capacidades oraculares c) Consultar entidades/energias oraculares como por exemplo Apolo ou algum outro deus de outro panteão ligado a profecias d) consultar com oráculos que existem no astral e além.

Cada uma dessas formas apresentam problemas e compensações bastante específicas e aconselho que todos tentem formas diferentes até encontrar aquela que melhor se adéqüe aos próprios propósitos.

Gostou do tema? Tem sugestões, críticas, idéias? Utilize a seção de comentários !

Salut!

Deixe uma resposta

Back To Top