Ritual Menor do Pentagrama – Completo e Detalhado

Traduzido por Andreas Noleto

As instruções reais para fazer o próximo ritual que você aprenderá, o Ritual Menor do Pentagrama, serão dadas adiante. Agora, neste ponto, há provavelmente alguns de vocês lendo isso e pensando: “Mas eu aprendi esse ritual anos atrás! Alem disso, é tão simples!”. Bem, se você acha que é simples você nunca fez corretamente e com pleno conhecimento do ritual. É um ritual básico, mas não é simples. É curto e fácil de memorizar, mas não simples.

De acordo com meu dicionário, a palavra “básico” significa “algo que forma uma base, como um ingrediente básico, algo que é fundamental”. Eu não posso estimar a natureza fundamental desse ritual e como sua prática vai mudar a sua vida e melhorar suas habilidades psíquicas e mágicas. Eu o tenho feito pelo menos uma vez por dia por quase dez anos, e não tenho vontade de parar. É um ritual curto e básico que é necessário para o seu desenvolvimento como um verdadeiro Mago Cerimonial.

Há três razões para fazer este ritual. A mais importante, ainda que mais etérea, é conhecer a si mesmo. Você vai saber se você tem a força de vontade para manter a pratica de um ritual desse tipo em uma base diária. Você irá desenvolver um sentimento diferente sobre si mesmo e sua relação com os outros e com o mundo ao seu redor. Isso irá afetá-lo de muitas formas positivas, sutis.

Em segundo lugar, ele irá expandir a sua aura. Isso fará com que os outros gostem de você, te respeitem mais e venham até você por conforto. Você vai perceber que isso está acontecendo quando as pessoas começam a fazer perguntas como: “essa roupa é nova? você emagreceu? fez algo no cabelo?” mesmo que a roupa seja velha, seu cabelo seja o mesmo e que não tenha perdido uma grama. A maioria das pessoas pode detectar a aura inconscientemente e serão capazes de notar alguma mudança em você. Mas não vão saber que foi a aura que mudou, então eles tem que vir com algo que lhes é familiar, algo no plano físico como um corte de cabelo, roupas ou peso. Conforme sua aura se expande e ilumina, você também vai notar que está tornando-se mais forte espiritualmente e psicologicamente do que jamais esteve antes.

Em terceiro lugar, esse ritual (RMP para abreviar) irá remover das imediações (banir) quaisquer influências indesejáveis. Isto inclui influências físicas e as não-físicas incluindo forças astrais e elementais. Esta é uma das maiores defesas contra ataque psíquico de todas. Quanto mais você praticar o RMP, mais seguro, e mais em paz você estará.

A atitude que você adota quando executa este ritual é importante. Pessoas que trabalham com computadores costumam dizer: “lixo entra, lixo sai”. De forma similar, você sairá do ritual com exatamente o que colocou nele. Vá para este ritual com raiva e você irá sair dele sentindo mais raiva. Você deveria assumir uma postura de beleza e júbilo. Realizar alguma pratica de relaxamento imediatamente antes do RMP vai ajudá-lo a alcançar o estado de consciência desejado.

Você deve ser muito positivo; seguro de que quando você chamar os Arcanjos eles estarão lá, certo de que os pentagramas estão realmente lá, confiante de que está fazendo no máximo empenho possível para você.

No entanto, você não deve ter “ânsia de resultado”. Concentre-se no ritual, não no que você espera que seja o resultado do ritual. Se você executar o ritual com total concentração, você será bem sucedido. Se você se concentrar em outra coisa, como o que você espera experienciar ou o que você espera como resultado do ritual, você estará dividindo suas energias e o ritual vai diminuir em sua eficácia.

Quando você executa o ritual, você precisa entender que você não está mais em sua casa ou apartamento. Nem está apenas ao ar livre. Em vez disso, você está no Templo dos Deuses. Você também está na presença da Divindade. Onde quer que esteja, quando você faz este ritual a área se torna um lugar sagrado. Você deve tratá-lo como tal. Continue lendo “Ritual Menor do Pentagrama – Completo e Detalhado”

Viagem Espiritual (Soul Travel)

Por E. A. Koeting
Traduzido por Andreas Noleto

Você já se sentiu cansado deste mundo? Como se ele houvesse se tornado chato ou previsível?
A projeção astral é a chave para encontrar seu verdadeiro lugar no Universo. Descubra como viajar para mundos espirituais e aprender segredos mágicos que quase ninguém sabe…

Soul TravelA Melhor Maneira de Obter Sucesso em Viagem Espiritual Continue lendo “Viagem Espiritual (Soul Travel)”

Como proteger-se de ataques psíquicos

Por E.A. Koetting
Traduzido por Duende

Olá Leitor

Eu iniciei meu caminho na Senda quando tinha por volta de 12 anos de idade. Nos últimos 20 anos pude observar que a maioria das pessoas não levam em consideração a realidade e meu lugar nela.

Uma das observações que constatei ser verdade é que durante todo o tempo que você se torna ativamente engajado no processo de aperfeiçoamento de seu Potencial Ilimitado, sua aura, sua energia, sua alma em si começa a brilhar com mais intensidade.

 Pessoas podem sentir isto e, com certeza, podem reagir a isto. A maioria das pessoas são atraídas por aqueles que brilham; Elas tem o senso instintivo que podem confiar naquela pessoa, e mais ainda, elas podem aprender com aquela pessoa.

Entretanto, existe um lado sombrio, ou negativo, por possuir um brilho radiante. A maioria das pessoas que tem experiência em ocultismo não lhe dirão isto, eles lhe dirão que se você aumentar sua ressonância energética e expandir sua aura, tudo ficará sossegado, numa boa.

Bem, eu fiz um compromisso com você, lhe dizer a verdade, não importa ela qual seja, porque vi em você seu absoluto POTENCIAL ILIMITADO, e sei que pode lidar com qualquer coisa e algo mais, uma vez que tenha a informação correta. Continue lendo “Como proteger-se de ataques psíquicos”

F.A.Q Ourano Barbarico 3.01

Escrito e mantido por Fenwick Rysen, traduzido por Andreas Noleto, revisado por Chaos Baby e editorado por Duende.
Se você tem alguma questão não respondida no FAQ, idéias para serem desenvolvidas, ou correções para serem feitas, por favor, o contate pelo fenwick@chaosmatrix.com
Este FAQ ou pelo menos seu ultimo release está disponível na net no:
http://www.chaosmatrix.com/lib/chaos/texts/obfaq.html
Um agradecimento especial à aqueles que ajudaram-me a aprender Barbárico Ouraniano e responderam as minhas populosas perguntas, e aqueles que ajudaram a contribuir com o FAQ. Eles são, sem nenhuma ordem particular: Fireclown, Joseph Maxx.555, Hine Nui Te Po, Tzimon Yliaster, Peter Carroll, Chaos Baby, Andreas Noleto, Duende e vários outros que permanecem anônimos. Isto não seria possível sem a ajuda deles.

Este documento Copywronged (x) 1998-2000 by Fenwick Rysen. Sinta-se Livre para copiar, hackear, deformar, mexer, torcer, rasgar, repostar ou imprimir quantas malditas copias você quiser, e entregar elas pra qual desgraçado que quiser, contanto que mantenha este aviso de copywrong intacto.
As respostas das questões neste FAQ não são impositivas, e as pessoas são encorajadas, assim como em tudo, a pegarem o que quiserem e descartar o resto.

===========================================================================

I    ORIGENS
===   =======
1.1 O que é o Ourano Barbárico?
1.2 O que significa a palavra Ourano?
1.3 Por que é chamado de Ourano “Barbárico”?
1.4 De onde vem o Ourano Barbárico?
1.5 Qual a origem dos Dicionários de Ourano Barbárico na net?

II GRAMÁTICA E SINTAXE
=== ==================
2.0 Resumo de Ourano Barbárico segundo a IOT-Sul América
2.1 O Ourano Barbárico tem uma sintaxe padrão?
2.2 Porque a palavra para “Eu” e “Nós” é a mesma?
2.3 Porque todos os verbos são na forma de “fazer”?
2.4 Como faço para transformar substantivos Ouranos em verbos,
adjetivos, advérbios e vice versa?

2.5 O que significa o “T+” e “T-” que vem com algumas palavras?
2.6 Porque palavras Ouranas são sempre maiúsculas?
2.7 Como se pronunciam algumas dessas palavras?

III MISCELLANIA
=== ===========
3.1 Como se criam novas palavras em Ourano Barbárico?
3.2 Onde posso obter um dicionário de Ourano Barbárico?
3.3 O que devo fazer com as novas palavras Ouranas que eu criar?
3.4 O que significa usar o Ourano como o “Alfabeto do Desejo”?
3.5 As palavras em “Masses of Chaos”, livro de Peter Carroll, são em Ourano?
3.6 Existem outras línguas bárbaras por aí?
3.7 Quais outros recursos em Ourano podem ser encontrados pela net?
3.8 Existe uma Gematria para o Ourano Barbárico?
3.9 Qual é a relação entre o Ourano Barbárico e o Censor Psíquico?
3.10 Há algum “Alfabeto Ourano” com suas próprias letras?

IV UPDATE HISTORY
=== ==============
4.1 Atualizações do Dicionário
4.2 Mudanças do FAQ

=========================================================================== Continue lendo “F.A.Q Ourano Barbarico 3.01”

Modelos da Magia – por Frater U.’.D.’.

Modelos da Magia Por frater U.’.D.’.

Enquanto explorava as possibilidades de novas e mais eficientes técnicas de magia me atentei ao fato de que uma visão estruturalista da história da magia até a atualidade pode ser útil. Até porque, magistas desde sempre tem aspirado em redefinir a teoria e prática da magia para termos que se enquadrem a linguagem de seus tempos, ou seja, diferentes modelos que se enquadrem na visão atual do mundo.

Ainda existe, entretanto, um risco envolvido em tal abordagem: modelos não explicam realmente nada, eles são apenas ilustrações dos processos, mesmo que bastante úteis. E ainda, super-sistematização tende a ofuscar mais do que clarear e não se deve confundir o mapa com a paisagem, uma falácia que muitos kaballistas parecem ser propensos a cometer.

Logo, os próximos cinco (ou melhor dizendo: quatro mais um) modelos de magia devem ser vistos como meios de entendimento das possibilidades praticas de vários sistemas mágicos ao invés de teorias definitivas ou explicações(NT: ao pé da letra) de como a magia funciona.

Mostrou-se efetivo em prática ver a magia nas seguintes categorias:

Continue lendo “Modelos da Magia – por Frater U.’.D.’.”

Ensaio- O que é Magia do Caos – Definindo CAOS

Introdução

fractalChaos, de acordo com o “Dicionario Inglês de Oxford” Significa:

  1. Um imenso vazio, brecha ou abismo.
  2. Uma “forma amorfa vazia” de matéria primordial, o grande profundo ou abismo dos quais o cosmos ou a ordem do universo evoluiu.

Ali estão um amontoado de definições adicionais, mas irrelevantes para essa discussão.

Quando chaos é usado em magick, ali não há lugar para com- fusão ou desordem.

Chaos é o principio criativo por traz de toda a magick. Quando um ritual mágico é executado, independente da “tradição” ou outras variáveis nos elementos da execução, energia é criada com o intuito de fazer algo acontecer. Em seu livro, ‘Sorcery as Virtual Mechanics’, Stephen Mace cita um precedente cientifico para este princípio criativo.

Eu cito:

“Para manter simples, vamos limitar nosso exemplo a somente 2 elétrons, os pontos transportadores de carga negativa. Vamos dizer que são um parte do vento solar–particulas beta, por assim dizer–transmitido a partir do sol numa velocidade de milhares de milhas por segundo. Dizer que esses 2 chegam perto o suficiente ao ponto de fazer suas cargas negativas interagirem entre si, levando-as a repelir uma a outra. Como eles podem realizar essa alteração dinâmica?”

“Segundo a eletrodinamica quântica, eles fazem trocando um photon “virtual”.
Um eletron gera-o, o outro absorve-o, e assim eles repelem-se mutuamente. O photon é “virtual” porque não pode ser visto por um observador externo, sendo totalmente contido na interação. Mas é real o suficiente, e a emissão e absorção de photons virtuais é como a interação eletromagnética funciona.”

“A questão que é relevante para nosso propósito aqui é da onde o photon aparece. Ele não sai de um eletron e aparece no outro, como um pedregulho atirado de uma pedra para outra. Os próprios elétrons são inalterados, exceto no momento da troca. Em vez disso o photon é criado no nada pela tensão da interação. De acordo com a teoria corrente, quando 2 eletróns chegam próximos um do outro suas formas de ondas interagem, ou cancelando um ou reforçando ambas, Formas de onda estão intimamente ligadas a características como a carga elétrica, e nós poderíamos esperar que a carga dos dois elétrons mudassem. Mas a carga dos elétrons não varia; é sempre 1.602 x (-19) coulombs. Entretanto os photons virtuais simplesmente aparecerem do vácuo e agem para reajustar o sistema. O stress gera-os e por sua criação o stress é resolvido”.

Austin Spare entendeu este princípio em relação a fenomenos magickos muito antes dos cientistas descobrirem photons ou iniciar experimentos na área da ciência do chaos. Continue lendo “Ensaio- O que é Magia do Caos – Definindo CAOS”