skip to Main Content
duende@divagacoes.org

Magia caótica vs Magia eclética

Um texto do chaosmatrix.org
Tradução e revisão: Duende

De: "Joseph Max.555"
 Newsgroups: alt.magick.chaos
 Assunto: Re: Chaos vs Eclectic magic
 Date: Sab, 19 Jul 1997 18:00:40 -0700

Na quarta feira, 16 de julho de 1997 garyb escreveu:

Quais são as diferenças (se existirem) em magia do caos e magia eclética?

Eu li alguns livros e artigos tanto do Phil Hine, quanto do Peter Caroll e gostei bastante de ambos. Mas além dos rótulos e instituições qual é a diferença entre suas teorias, além disso… o livro de Issac Bonewits “Real Magic”  me deixou confuso, não tenho certeza se é Magia Amarela ou Magia Eclética.

Magia do Caos é eclética, mas Magia Eclética não necessariamente é Magia do Caos.

Read More

Uma Introdução a Magias Oníricas

Uma Introdução a Magias Oníricas

por Phil Hine traduzido por Duende
no dia 41º dia das Conseqüências do 3176 Ano da Deusa

Explorar as possibilidades de Magia dos Sonhos é uma maneira efetiva e poderosa de romper com a consciência linear e permitir magia em sua vida. Possíveis magistas podem ser identificados em virtude do conteúdo de seus sonhos, e não é incomum que as pessoas encontrem seus mentores em sonhos. Nós tendemos a pensar em sonhos como um aspecto muito pessoal de nossa experiência, então algumas vezes é desconcertante quando alguém que conhecemos aparece em nossos sonhos. No Sonhar a linha do tempo é abolida e distancia não existe. Nós podemos testemunhar eventos do passado, futuro ou presente alternativo. Sonhos são um ponto de partida eficaz para ingressar nos mundos interiores. Podem ser úteis na indução sonhos proféticos ou encontros com espíritos para discutir um problema particular. Uma amiga minha que produz incensos e perfumes me disse que ocasionalmente sonha com uma fragrância única, que em vigília, ela pode então analisar e manufaturar. O artista mago Austin Osman Spare escreveu que ele algumas vezes acordava estando em frente a uma pintura finalizada, tendo pintado ela enquanto dormia. Sonhos podem trazer novas idéias, revelações, e muitos tons de experiências mágicas. Tendo alguma pratica em Magia de Sonhos pode ser um auxilio para o desenvolvimento de técnicas da chamada Magia Astral

A linguagem dos Sonhos

Vejo, através da leitura de meu diário de sonhos, que parecem haver diversos tipos, ou graus, de sonhar. Alguns sonhos parecem ser sem sentido – não relacionados com outras áreas de minha vida. Alguns parecem ser de alguma maneira relacionados com coisas que aconteceram comigo. Por exemplo, na noite anterior a escrita deste parágrafo, a ultima coisa que fiz antes de ir dormir foi ouvir uma fita de comédia. Eu sonhei que eu era um comediante viajando entre os shows. Outros sonhos podem ter uma qualidade diferente – uma consistência interna que faz deles mais memoráveis. Alguns sonhos podem conter conjunto de imagens ou eventos relacionados ao seu trabalho mágico. É geralmente visto como um “bom sinal” de progresso quando você começa a ter sonhos a respeito de sua pratica magicka.

A linguagem do sonho nem sempre é clara – é geralmente embaralhada e pessoal. O significado de seus sonhos torna-se muito mais uma questão de julgamento pessoal. Você vai constatar, ao longo do tempo, que a “mensagem” de alguns sonhos se tornam muito mais claras, embora você reconheça intuitivamente que algumas são claramente sem sentido. Outras, entretanto, podem não ser tão simples assim, e necessitarão de uma interpretação minuciosa. Existem muitos livros que tentam fornecer “interpretações” genéricas para sonhos, mas em geral, é mais eficaz se você aprender a entender e interpretar seu próprio quadro-de-imagens do sonhar. Se num sonho parecer ambíguo, mas com algum significado, você pode, por exemplo, recorrer a suas laminas de tarot ou outra forma de oráculo para mais “pistas”.

Abordagens Básicas para Controle dos Sonhos

É tremendamente fácil fazer com que o conteúdo dos sonhos se adapte as suas expectativas. Pessoas que estão sob uma análise Freudiana tendem a ter sonhos “Freudianos”, enquanto pessoas que estão sob uma psicoterapia Jungiana tendem a experimentar sonhos “Jungianos”. Você pode escolher começar experimentando o Controle do Sonhar definindo um “tema” para seus sonhos – como um assunto particular, localização ou pessoa. Existem diversas abordagens diferentes para intencionalmente ir guiar o conteúdo dos sonhos.

Read More

Uma Introdução a Rituais de Banimento

Uma Introdução a Rituais de Banimento

por Phil Hine

traduzido pelo rev.Beraldo

em 31o dia das Consequências de 3175 YOLD

Se eu ganhasse uma libra por cada pessoa que chegou pra mim e disse,”oh,eu não me importo com rituais de banimento”-e, em seguida, perguntou por que estava tendo problema com a magia- eu provavelmente teria, hm… Bom, dinheiro o bastante pra comer um bom bife num restaurante respeitável de Londres. Um Ritual de Banimento é um dos primeiros exercícios que você deve aprender em magia (na minha opinião, de qualquer forma), e, fazendo isso, você pode se safar de um monte de problemas mais tarde.

“Banir” também é conhecido como “Centrar”, que, em muitos aspectos, é um termo mais preciso para o exercício.

Então, o que é um Ritual de Banimento? Essencialmente, o Banimento possui três objetivos. O primeiro é te “aquecer”, como uma preparação para outro ritual, meditação ou o que quer que seja, para que você coloque de lado os pensamentos da “vida quotidiana” -“o que vai passar na TV mais tarde?”, etc. Ele te permite assumir o papel de “mágico”(vou falar sobre isso depois), e para te colocar no “centro” do seu universo mágico-o axis mundi. Em segundo lugar, o banimento torna o espaço onde você está tralhando “sagrado”, então o loft, quarto, porão ou onde quer que você esteja se torna, temporariamente, um “templo”. Em terceiro lugar, um banimento “limpa” a atmosfera da área na qual você está trabalhando dos “fragmentos psíquicos”-não estou inteiramente feliz com essa descrição, então vou tentar expandir isso melhor depois.

A maioria dos rituais de Banimento possuem três componentes básicos:

  1. Uma seção para focar a sensibilização do BodyMind*.
  2. Uma seção para demarcar as zonas principais, os portões, quadrantes ou dimensões do universo mágico escolhido—no qual você é o centro.
  3. Uma identificação com a fonte de inspiração escolhida —fundindo o macrocosmo(psicocosmo total) com o microcosmo(o self).

Exemplo de Banimento

Read More

RMdP – Ritual Menor do Pentagrama

Pra executarmos um trabalho de magia cabalística, primeiro se faz necessário compreendermos um pouco mais sobre a Árvore da Vida.

Verificamos que há um diagrama atribuindo as 10 Sephiroth à figura de um homem. Acima da cabeça, formando uma coroa está Kether, que representa o espírito divino, e aos pés está Malkuth. Aos ombros direito e esquerdo são atribuídos Gevurah e Gedulah, Marte e Júpiter, Poder e Majestade. Na configuração cabalística, Kether está em correspondência com a Mônada, a dinâmica e essencial individualidade de um homem, o espírito que procura experiência através da encarnação aqui na terra.

É altamente significativo o fato dessa Sephirah ou potência ser colocada acima da cabeça e não dentro do cérebro ou no centro do coração, pois Kether é a luz do espírito que brilha sempre sobre as trevas abaixo. Esta é uma idéia que tem paralelos também em outros sistemas. Na Teosofia por ex. é dito que a “centelha do Divino ofusca o ser visível, que tem a possibilidade de tornar-se unido àquela centelha, pois que o Espírito superior não está no homem, mas acima dele”.

Todo processo místico e mágico tem por objetivo purificar o homem, de modo que a centelha ou Espírito, que normalmente apenas nos ofusca, possa descer para um veículo purificado e consagrado.

Segundo a tradição esotérica, a execução do Ritual Menor do Pentagrama, ou RMdP,  tem como objetivo, primeiro, invocar os poderes do Espírito/Centelha como fonte constante de vigilância e orientação, promovendo o contato com as forças divinas tranzendo-as para dentro de si. Segundo, proteção e limpeza, pois ao invocar os poderes divinos e trazê-los para sua esfera mágica, esses poderes eliminam todos os tipos de pensamentos obsedantes e perturbadores.

Este ritual deve ser usado sempre, diariamente para centrar –se você chegou aqui via google deveria fazer 2 vezes ao dia, de manhã e de noite… até pegar o jeito…– ,

Read More
Back To Top