Deus Existe?

Saulo Zion começou a produzir uma nova série de videos do youtube(confiram que o cara é muito bom link no final do post). Nesse ele coloca a o buraco da minhoca na cabeça do povo analisando o big bang, Deus(como visto da forma monoteista da ICAR e derivados) e tudo mais. Deixando mais perguntas do que a resposta em si.


Continue lendo “Deus Existe?”

As crenças e seus opostos

O ser humano crê. A realidade vêm sendo descrita de acordo com modelos e sistemas de crenças nos quais o Eu está estabelecido.

Crer significa desconhecer, pois separa-se aquilo que se crê do seu oposto, adotando como verdadeiro tanto um quanto outro. Assim como a luz sobre um objeto cria sua sombra, a crença estabelecida pelo homem cria um oposto complementar. A técnica chamada Anátema busca a união com este oposto complementar de uma crença estabelecida como forma de libertar o praticante dos guilhões da crença original.

Ao fazê-lo, toda a energia contida na crença original será liberada como crença livre. Continue lendo “As crenças e seus opostos”

Como proteger-se de ataques psíquicos

Por E.A. Koetting
Traduzido por Duende

Olá Leitor

Eu iniciei meu caminho na Senda quando tinha por volta de 12 anos de idade. Nos últimos 20 anos pude observar que a maioria das pessoas não levam em consideração a realidade e meu lugar nela.

Uma das observações que constatei ser verdade é que durante todo o tempo que você se torna ativamente engajado no processo de aperfeiçoamento de seu Potencial Ilimitado, sua aura, sua energia, sua alma em si começa a brilhar com mais intensidade.

 Pessoas podem sentir isto e, com certeza, podem reagir a isto. A maioria das pessoas são atraídas por aqueles que brilham; Elas tem o senso instintivo que podem confiar naquela pessoa, e mais ainda, elas podem aprender com aquela pessoa.

Entretanto, existe um lado sombrio, ou negativo, por possuir um brilho radiante. A maioria das pessoas que tem experiência em ocultismo não lhe dirão isto, eles lhe dirão que se você aumentar sua ressonância energética e expandir sua aura, tudo ficará sossegado, numa boa.

Bem, eu fiz um compromisso com você, lhe dizer a verdade, não importa ela qual seja, porque vi em você seu absoluto POTENCIAL ILIMITADO, e sei que pode lidar com qualquer coisa e algo mais, uma vez que tenha a informação correta. Continue lendo “Como proteger-se de ataques psíquicos”

Ritual Gnóstico do Pentagrama – RGP

No RGP – Ritual Gnóstico do Pentagrama –  primeiramente a intenção é a libertação e banimento de qualquer simbolismo pré-existente, afim de que o magista possa entrar em contato com o Self e assim obter o sucesso desejado em qualquer operação mágica.

Usos do RGP:

  • Para estabelecer o equilíbrio, concentração e controle antes e após rituais mais complexos.
  • Para praticar a visualização a qualquer momento.
  • Como um exorcismo preliminar de indesejáveis fenômenos mentais ou psíquicos.
  • Como um auxílio à cura, particularmente auto-cura.

Praticamente a pomada do peixe-elétrico do amazonas.

Ele se inicia com a respiração profunda e mentalização de radiâncias em cinco centros vitais de nosso corpo (relacionados completamente com os chakras). Cada radiância é acompanhada com a vibração de uma vogal e deve causar uma sensação específica no momento de sua entoação. As vogais são vibradas como mantras no momento da exalação (técnica conhecida como pranayama) Conforme descrito em sua concepção :

O corpo deve ser tocado como um instrumento musical, com cada parte ressonando de acordo com um tom.

Realizado tal processo, deve-se traçar em sentido anti-horário um pentagrama para cada um dos quatro cantos (Norte, Sul, Leste, Oeste). Ao concluí-los, deve-se novamente voltar ao início e entoar novamente as vogais.

Segue o procedimento do ritual: Continue lendo “Ritual Gnóstico do Pentagrama – RGP”

O Mundo

Olá todos.

 

Em primeiro lugar peço grandes desculpas a todos que acompanham está série, mas por motivos de estudos e problemas técnicos com o novo servidor do site, fiquei estes dias todos impossibilitado de postar essa que é a conclusão – ou recompensa – das considerações sobre magia, prática e teórica, que vim realizando.

 

Devo avisar também que este post, ao contrário do que se possa imaginar, não possui uma sabedoria profunda – suponho que nenhum até agora teve, por que esse seria diferente? – nenhum segredo secreto místico-arcano, nenhuma técnica fodástica-cabulosa de destruição em massa, mas quem sabe um dia? (sonhar sempre é permitido).

  Continue lendo “O Mundo”

O Diabo

– Thou Shall Not Pass

Existem momentos memoráveis da literatura ou do cinema – talvez de ambos – que nos ajudam a entender algumas coisas e assim, acredito que a imagem de Gandalf colaborará com o tema de hoje: Escudos Psíquicos.

Um escudo é uma proteção que levantamos – ou mantemos levantada indefinidamente? – contra forças externas: sejam ambientes, pessoas, espíritos ou qualquer coisa que possa fazer a pessoa sentir-se mal.

Hoje vou me focar mais na questão de ataques direcionados intencionalmente por parte de uma pessoa a outra, e assim chamo em suas memórias a cena de o Senhor dos Anéis*:

Continue lendo “O Diabo”

O Sacerdote

Koala !


Hoje, dia 8 de março – 26 de março é o dia pan-galático dos Kiwis Novazelandenses então uma salva de palmas para eles. o/


Em comemoração a este dia festivo, hoje trataremos de um assunto super na moda: Egregoras !


Mas tio, o que é uma Egregora?

Nada tema escoteiro mirim, vamos pensar o seguinte:


Imagine um copo de água e uma jarra vazia em sua frente. Conclua que você deve colocar água dentro da jarra.

Agora chame seus amiguinhos e de a cada um deles um copo com água para fazer o mesmo.

Agora distribua um copo de água para cada chinês no planeta, e faça com q eles coloquem água na jarra pelas próximas centenas de anos. Continue lendo “O Sacerdote”

A Sacerdotisa

Olá-Como-vai-tudo-bem?


Eu estou ótimo, muito feliz de estar no blog chique do duende-amigo cheio de firulas e mafagafos. Mas não estamos aqui pra discutir web-design, parlemos então sobre ela, a famigerada energia. 

As considerações aqui são básicas, mas até as Torres Gêmeas tinham uma fundação muito boa pra chegar na altura que chegaram…. nham.. talvez eu devesse escolher um outro exemplo sobre a importância de ter bases sólidas…

 

Enfim, vamos lá: No nível mais simples consideremos a oposição binária:

Energia Pessoal /Energia Não-Pessoal. 

 

Energia pessoal.. bem é a sua energia oras bolas. Mas que coisa viu.

 Energia Não-Pessoal: aqui temos o termo guarda-chuva para um número enorme de diferentes tipos, por exemplo: divina, elemental, planetária, etc.

É claro que, no fim, podemos considerar tudo como uma coisa só: energia. Mas deixemos este nível de abstração para o futuro e operemos com elementos mais tangíveis. 

 

Mas ai, perguntam-me: Caro Imago, Comofas? Como usar essas coisas? 

A resposta é simples, e até o mestre yoda já falou:

 

1- Use your feelings. Continue lendo “A Sacerdotisa”

O Mago

Hailsa

Pois bem, eu ia deixar pra postar isso outro dia, porém acho que o Louco e o Mago deveriam estar juntos, portanto farei-o hoje também.   :).

No episódio passado fomos colocados perante a verdade-mor do blog: Magia é energia trabalhada (talvez não seja redundante o complemento: trabalhada pela vontade).

Em uma versão simplificada a proposta é que: esteja você em seu robe negro cercado de velas e sigilos, pelado dançando no meio da floresta ou meditando com os monges do Tibete, a atividade realizada é a mesma: energias estão sendo manipuladas e direcionadas para o determinado fim.

Há quem possa dizer que existe uma falsa implicação nestas palavras: que a cerimônia (em sentido estrito ou não) é apenas uma muleta psicológica na realização do ato mágico.  Bem meu querido amigo, a implicação não é falsa, e é isso mesmo o que estou dizendo.

Sob o ponto de vista técnico nada disso é necessário, uma vez que o magista consiga se concentrar (e por conseqüência colocar-se dentro do mindset apropriado para realização de sua operação) e direcionar a energia.

Em termos bíblicos, consideremos a magia um grande mar:

Durante o tempo vários caminhos por ele foram abertos, rotas navegáveis traçadas, passadas, aprimoradas e etc.

Porém magista, não tenha medo, arme-se de tua vontade e separe as águas em sua frente: crie o seu próprio caminho. (e você nem precisa de um cajado).

Wassail.

(PS: acho que finalmente entendi como se edita textos nesta coisa !  100 pontos para todos !).

O Sol

Kame Hame Ha !

 

15 de maio, dia da Feira da Fruta, com peixes entrando em aquário e marte em corte a Vênus: o significado astrológico é claro, teremos chuvas isoladas nas regiões sul e sudeste. Pelo menos onde eu estou está sempre chovendo, mas isso não tem nada haver com o tema de hoje foi apenas um momento de cultura.

Caros Magistas, hoje é um dia de desafios, superar limites – mentais, energéticos e etc : a proposta de hoje é grande.  Realmente grande.

Experimento X: Ishbar. 

Continue lendo “O Sol”