skip to Main Content
duende@divagacoes.org
Como Proteger-se De Ataques Psíquicos

Como proteger-se de ataques psíquicos

Por E.A. Koetting
Traduzido por Duende

Olá Leitor

Eu iniciei meu caminho na Senda quando tinha por volta de 12 anos de idade. Nos últimos 20 anos pude observar que a maioria das pessoas não levam em consideração a realidade e meu lugar nela.

Uma das observações que constatei ser verdade é que durante todo o tempo que você se torna ativamente engajado no processo de aperfeiçoamento de seu Potencial Ilimitado, sua aura, sua energia, sua alma em si começa a brilhar com mais intensidade.

 Pessoas podem sentir isto e, com certeza, podem reagir a isto. A maioria das pessoas são atraídas por aqueles que brilham; Elas tem o senso instintivo que podem confiar naquela pessoa, e mais ainda, elas podem aprender com aquela pessoa.

Entretanto, existe um lado sombrio, ou negativo, por possuir um brilho radiante. A maioria das pessoas que tem experiência em ocultismo não lhe dirão isto, eles lhe dirão que se você aumentar sua ressonância energética e expandir sua aura, tudo ficará sossegado, numa boa.

Bem, eu fiz um compromisso com você, lhe dizer a verdade, não importa ela qual seja, porque vi em você seu absoluto POTENCIAL ILIMITADO, e sei que pode lidar com qualquer coisa e algo mais, uma vez que tenha a informação correta.

Read More
Repressão De Sigilos

Repressão de sigilos

É uma dúvida de todo magista que começa a trilhar a senda "caótica" o significado de como esquecer o sigilo, tanto que na kaos-brasil ela é recorrente também. Para facilitar a pesquisa estou copiando aqui a pergunta(não divulgarei o nome…

Read More

O tempo e seu valor

O Tempo Constitui Um Recurso Natural Valioso
Por : Carlos Cardoso Aveline

Qualquer momento é adequado para planejar com atenção o uso do tempo. É preciso, no entanto, ter a capacidade interior de observar com calma o ritmo atual das nossas atividades, para então decidir onde e como modificar a rotina e usar da melhor forma possível esse recurso limitado e de enorme valor.

“Águas passadas não movem moinho”, afirma o ditado. De fato, o tempo pode ser considerado um recurso natural em grande parte não-renovável. O uso correto do misterioso tempo ? talvez o mais valioso dos recursos naturais ? é um dos grandes desafios do cidadão em todas as épocas. Vivemos hoje sob a ditadura dos relógios, e a sensação de que o tempo é curto é quase universal nos dias atuais. Somos interrompidos a todo momento em algumas das nossas atividades. Por isso nem sempre é fácil viver profundamente ou descobrir que, como almas espirituais, teremos o tempo eterno à nossa disposição, se usarmos com alguma sabedoria o tempo miúdo de curto prazo.

 

Apesar dos obstáculos criados pela nossa própria ignorância, é provavelmente possível para cada um de nós planejar e usar o tempo de modo mais inteligente.

A solução está em definir um rumo próprio para nossas vidas e em não nos deixar levar para lá e para cá pelas pressões de curto prazo. Um dos primeiros passos talvez seja descrever por escrito, em um caderno de anotações, as metas dos próximos doze meses, ou da próxima década. O mero ato de escrever parece dar mais clareza às nossas idéias. Mas é essencial, também, fazer periodicamente uma avaliação dos resultados obtidos, revisando e atualizando as metas a partir dos fatos novos e da experiência adquirida. Planejamentos eficientes são flexíveis e abertos às possibilidades do futuro, incluindo as agradáveis e as não-agradáveis.

Read More

II Simpósio Brasileiro de Hermetismo

O II Simpósio Brasileiro de Hermetismo e Ciências Ocultas, que será realizado nos dias 23, 24 e 25 de junho de 2011(corre ainda dá pra garantir sua vaga), tem por objetivo trazer estudos mais aprofundados à Ciência Hermética. Com apoio da Associação Educacional Sirius-Gaia e do Projeto Mayhem, o evento tem como tema geral a discussão sobre as práticas ocultistas.

A Programação deste ano será composta de Palestras e Workshops com alguns dos mais importantes estudiosos de Hermetismo, Ordens Iniciáticas e Magia no Brasil.

PROGRAMAÇÃO:

Read More

Derradeiro IF! Mistureba generalizada de todas as coisas – PARTE 3


—É exatamente disso que eu estou falando.

—Obrigado — disse Arthur, sentando—se novamente. — O quê?

—Engenharia reversa temporal.

Arthur colocou as mãos na cabeça e balançou—a lentamente de um lado para o outro.

—Existe alguma maneira humana — gemeu ele — de te impedir de me explicar o que é essa sei-lá-o-quê reversa temporal de merda?

—Não — respondeu Ford —, porque a sua filha está presa bem no meio dela e isso é sério, mortalmente sério.

Trovões soaram em meio à pausa.

—Está bem — disse Arthur. — Pode explicar.

—Eu me joguei da janela de um arranha-céu. Aquilo alegrou Arthur.

—Ah! — exclamou ele. — Por que você não faz isso de novo?

—Eu fiz.

—Humm — fez Arthur, desapontado. — Obviamente, não deu em nada.

—Da primeira vez, consegui me salvar graças a mais impressionante — e eu digo isso com toda a modéstia — e fantástica combinação de improviso, agilidade, contorcionismo e auto-sacrifício.

—E qual foi o auto-sacrifício?

—Eu me desfiz da metade de um par de sapatos muito queridos e, creio eu, insubstituíveis.

—E por que isso foi um auto-sacrifício?

—Por que eram meus! — respondeu Ford, amuado.

—Acho que temos valores muito diferentes.

—Sim, os meus são melhores.

—Melhores de acordo com a sua… ah, deixa pra lá. Então, tendo conseguido se salvar de maneira muito engenhosa da primeira vez, você usou de toda a sua sensatez e pulou novamente. Por favor não me diga o porquê. Só me conte o que aconteceu, se necessário.

—Caí direto na cabine aberta de um carro a jato que estava passando, cujo piloto havia acabado de apertar acidentalmente o botão de ejetar, quando, na verdade, queria apenas trocar de música no rádio. Ora, nem mesmo eu conseguiria pensar que isso foi uma grande sacação minha.

Read More

F.A.Q Ourano Barbarico 3.01

Escrito e mantido por Fenwick Rysen, traduzido por Andreas Noleto, revisado por Chaos Baby e editorado por Duende.
Se você tem alguma questão não respondida no FAQ, idéias para serem desenvolvidas, ou correções para serem feitas, por favor, o contate pelo fenwick@chaosmatrix.com
Este FAQ ou pelo menos seu ultimo release está disponível na net no:
http://www.chaosmatrix.com/lib/chaos/texts/obfaq.html
Um agradecimento especial à aqueles que ajudaram-me a aprender Barbárico Ouraniano e responderam as minhas populosas perguntas, e aqueles que ajudaram a contribuir com o FAQ. Eles são, sem nenhuma ordem particular: Fireclown, Joseph Maxx.555, Hine Nui Te Po, Tzimon Yliaster, Peter Carroll, Chaos Baby, Andreas Noleto, Duende e vários outros que permanecem anônimos. Isto não seria possível sem a ajuda deles.

Este documento Copywronged (x) 1998-2000 by Fenwick Rysen. Sinta-se Livre para copiar, hackear, deformar, mexer, torcer, rasgar, repostar ou imprimir quantas malditas copias você quiser, e entregar elas pra qual desgraçado que quiser, contanto que mantenha este aviso de copywrong intacto.
As respostas das questões neste FAQ não são impositivas, e as pessoas são encorajadas, assim como em tudo, a pegarem o que quiserem e descartar o resto.

===========================================================================

I    ORIGENS
===   =======
1.1 O que é o Ourano Barbárico?
1.2 O que significa a palavra Ourano?
1.3 Por que é chamado de Ourano “Barbárico”?
1.4 De onde vem o Ourano Barbárico?
1.5 Qual a origem dos Dicionários de Ourano Barbárico na net?

II GRAMÁTICA E SINTAXE
=== ==================
2.0 Resumo de Ourano Barbárico segundo a IOT-Sul América
2.1 O Ourano Barbárico tem uma sintaxe padrão?
2.2 Porque a palavra para “Eu” e “Nós” é a mesma?
2.3 Porque todos os verbos são na forma de “fazer”?
2.4 Como faço para transformar substantivos Ouranos em verbos,
adjetivos, advérbios e vice versa?

2.5 O que significa o “T+” e “T-” que vem com algumas palavras?
2.6 Porque palavras Ouranas são sempre maiúsculas?
2.7 Como se pronunciam algumas dessas palavras?

III MISCELLANIA
=== ===========
3.1 Como se criam novas palavras em Ourano Barbárico?
3.2 Onde posso obter um dicionário de Ourano Barbárico?
3.3 O que devo fazer com as novas palavras Ouranas que eu criar?
3.4 O que significa usar o Ourano como o “Alfabeto do Desejo”?
3.5 As palavras em “Masses of Chaos”, livro de Peter Carroll, são em Ourano?
3.6 Existem outras línguas bárbaras por aí?
3.7 Quais outros recursos em Ourano podem ser encontrados pela net?
3.8 Existe uma Gematria para o Ourano Barbárico?
3.9 Qual é a relação entre o Ourano Barbárico e o Censor Psíquico?
3.10 Há algum “Alfabeto Ourano” com suas próprias letras?

IV UPDATE HISTORY
=== ==============
4.1 Atualizações do Dicionário
4.2 Mudanças do FAQ

===========================================================================

Read More

Modelos da Magia – por Frater U.’.D.’.

Modelos da Magia Por frater U.’.D.’.

Enquanto explorava as possibilidades de novas e mais eficientes técnicas de magia me atentei ao fato de que uma visão estruturalista da história da magia até a atualidade pode ser útil. Até porque, magistas desde sempre tem aspirado em redefinir a teoria e prática da magia para termos que se enquadrem a linguagem de seus tempos, ou seja, diferentes modelos que se enquadrem na visão atual do mundo.

Ainda existe, entretanto, um risco envolvido em tal abordagem: modelos não explicam realmente nada, eles são apenas ilustrações dos processos, mesmo que bastante úteis. E ainda, super-sistematização tende a ofuscar mais do que clarear e não se deve confundir o mapa com a paisagem, uma falácia que muitos kaballistas parecem ser propensos a cometer.

Logo, os próximos cinco (ou melhor dizendo: quatro mais um) modelos de magia devem ser vistos como meios de entendimento das possibilidades praticas de vários sistemas mágicos ao invés de teorias definitivas ou explicações(NT: ao pé da letra) de como a magia funciona.

Mostrou-se efetivo em prática ver a magia nas seguintes categorias:

Read More
Teia Da Prosperidade

Teia da Prosperidade

No meu post anterior eu havia colocado algumas coisas referentes às energias do verão dentro de um paradigma pagão, os trabalhos feitos para crescimento, prosperidade, amor, cura e divinação nessa época tem um efeito muito benéfico e rápido justamente por causa dessa energia natural da estação.

Hoje eu tive um sonho com um amigo onde eu encontrava um grimório e fazia magia evocando uma entidade desse grimório. A sincronicidade foi que esse mesmo amigo assim que eu entrei no msn me passou o link do trabalho magicko da Teia da Prosperidade. Logo que vi o trabalho e como ele funcionaria prontifiquei a fazê-lo e também de fazer com que essa teia não fosse restringida pela língua inglesa, dando assim a oportunidade e minha energia, para que ela possa crescer em nível nacional, traduzindo toda a explicação dada no fórum sobre como participar da teia e os simbolismos usados.

Qualquer um que esteja interessado pode fazer e ainda pode partilhar de seu resultado ou técnica usada na comunidade da Ellis em língua portuguesa no orkut ou mesmo nos comentários desse blog. Toda pessoa que quiser pode também espalhar esse post bem como a tradução para qualquer pessoa que conheça ou que esteja interessada em participar da teia. Tanto a tradução, quanto o símbolo usado estão abaixo:

Prosperity Web

Teia da Prosperidade

Retirado do link: http://deathbylollipop.com/forum/index.php?topic=1621.0#msg9535
Adaptação livre para o português por Chaos Baby
Originalmente postado em: http://realidadedemitida.blogspot.com/2010/12/teia-da-prosperidade.html

A idéia: Criar uma “teia” de energia programada pelos participantes. O foco da teia é Prosperidade.

Como fazer esse trabalho?

Read More
Explicando A Engenharia Reversa

Explicando a engenharia reversa

Continuando com a série Douglas Adams explica: magia.

O novo guia introduz o conceito de Engenharia Reversa, puxando um pouco a sardinha pro lado dele:

[…]

O pássaro- Guia não respondeu de imediato. Abriu as asas e, com uma graça sem esforço, ergueu-se no ar e voou para a chuva, que estava enfraquecendo novamente.

Planou em êxtase sobre o céu noturno; luzes piscaram à sua volta e dimensões trepidavam com sua passagem. Mergulhou, girou, subiu novamente, tornou a girar e, finalmente, aquietou—se bem próximo do rosto de Random, batendo as asas lenta e silenciosamente. Continuou a falar com ela.

—Seu universo é vasto para você. Vasto em tempo, vasto em espaço. Isso se deve aos filtros através dos quais você o percebe. Mas eu

Read More
Mistureba Generalizada De Todas As Coisas

Mistureba generalizada de Todas as Coisas

Série: Douglas Adams Explica: como magia funciona

PARTE 1 – BEM VINDO AO DESERTO DO REAL

Não existe hócus pócus, tudo funciona através de Engenharia Reversa.

[…]

—Bem, na verdade eu estava recuando no tempo, sim. Humm. Bem, acho que já resolvemos isso. Se você quiser saber, posso lhe contar que no seu universo é possível se movimentar livremente nas três dimensões que vocês chamam de espaço. Vocês se movem em linha reta numa quarta dimensão, a que chamam de tempo, e ficam estáticos em uma quinta, que é a primeira fundamental da probabilidade. Depois disso, a coisa fica um pouco complicada e acontece virtualmente de tudo nas dimensões treze à vinte e dois, nem queira saber. Tudo o que você precisa saber por enquanto é que o universo é muito mais complicado do que você pode imaginar, mesmo se você já imagina que ele é complicado pra cacete, para começar. Posso evitar palavras como “cacete”, se isso te ofender.

—Pode falar o que quiser.

—Está bem.

—Que diabos é você? — perguntou Random.

—Eu sou o Guia. No seu universo, sou o seu Guia. Na verdade, habito o que é tecnicamente conhecido como a Mistureba Generalizada de Todas as Coisas, que significa… bom, é melhor te mostrar.

Read More
Back To Top