skip to Main Content
duende@divagacoes.org

[Tradução by Wanju Duli] [Revisão por Amanda Rosa] aqui nos posts das chaos girls
Por Frater Xon

(Alerta: Uma grande quantidade de opinião pessoal vai aparecer! Você foi avisado!)

@paola_koala for Instagram

A internet fez um trabalho maravilhoso permitindo que as pessoas tivessem acesso a materiais e a documentos de magia. Ao longo de um ano, uma pessoa consegue facilmente se familiarizar com muitos tipos diferentes de magia, das runas ao tarot, do hermetismo ao xamanismo.

Não somos mais forçados a aceitar os materiais escassos que é possível encontrar na livraria local ou através de um amigo. Em vez de ser forçado em apenas um paradigma pela falta de informação, o magista maduro tem acesso a incontáveis escolhas. O magista de hoje teve acesso a mais coisas, embora seja menos especializado.

O que isso causou, infelizmente, foi um pouco de confusão. O magista eclético é muito frequentemente confundido com o magista do caos. Eles acreditam que suas mudanças de paradigmas, praticando o hermetismo hoje e suas runas nórdicas amanhã, de alguma forma os colocou no reino da magia do caos.

A verdade é que esses magistas ecléticos estão esquecendo uma chave absolutamente essencial para aquilo que define um verdadeiro magista do caos:

Criatividade.

Qualquer um pode ler um livro sobre magia e cuspir de volta o que está contido nele. Memorize a gematria e os livros do Crowley e, de repente, você é um mago hermético. Leia um livro sobre xamanismo, compre um tambor e, de repente, você é um místico tribal. Desembolse algum dinheiro para as pessoas certas, memorize alguns cânticos e rezas e, de repente, você é um Santeiro. Raios, vá em frente e leia Spare, desenhe alguns sigilos e puf!!! Magista do caos instantâneo.

Esses são todos truques inexpressivos e ilusões mentais. Até mesmo um papagaio pode repetir os sons que ele ouve sem entendê-los.

O verdadeiro magista do caos tem a habilidade de fazer nascer coisas novas e inusitadas. Eles podem criar quaisquer sistemas, novos métodos e novos rituais fora do que já foi criado. O verdadeiro magista do caos é essencialmente um artista.

Mudança de paradigma não é apenas alcançar uma nova máscara para o ano, o mês ou o momento. É sobre desafiar as nossas próprias crenças sobre nós mesmos, o mundo, e especialmente sobre a magia. É sobre criar algo novo, algo fora das regras que você leu e ver se funciona.

Não dá muito trabalho fazer um feitiço pré-fabricado funcionar. Sua mente irá rapidamente abraçar a ideia de outras pessoas usaram esse feitiço; outras pessoas fizeram esse feitiço funcionar, então você provavelmente pode fazer a mesma coisa.

Mas criar algo novo. Criar algo incomum, diferente ou francamente estranho, e fazer isso funcionar. Uau, esse é um momento incrível. Esse é o momento que realmente leva você a dizer: “Ei, isso não estava nas regras. Isso não devia ter acontecido, mas aconteceu, e eu fiz isso acontecer!” Esse é o momento em que uma pessoa se torna um magista do caos. Quando algo novo nasce, que cresce em vez de morrer, esse é o ponto de transformação!

Quando esse momento ocorre, é quando as velhas ideias, as velhas crenças, os velhos paradigmas começam a desmoronar. É quando começamos verdadeiramente a realizar a mudança de paradigma. Vestir velhas ideias em novas roupas não têm significado. Quebrar as ideias através da criatividade é vitalmente essencial.

Criatividade! Criatividade! Criatividade!

Eu insisto nesse ponto porque eu sinto que a criatividade é absolutamente essencial de se procurar num neófito* ou potencial candidato para a iniciação*.

Se você não pode criar algo novo para mim, então eu não estou particularmente interessado em você. Eu não me importo se você memorizou cada livro sobre magia do planeta. Eu não me importo se você está sentado no seu templo fazendo rituais pré-fabricados doze horas por dia. Se você não pode vir com uma coisa nova para mim, então quão bom você é? Você é apenas um computador dizendo as mesmas velhas coisas que outras pessoas fizeram antes de você.

Mas se você pode criar uma pequena coisa simples de pura criatividade que funciona, mesmo que não seja a coisa incrível do mundo, isso ainda me impressiona muito mais que todas as bibliotecas de magia do mundo.

Você pode acreditar em algo impossível e fazer funcionar? Essa é a chave para tudo isso.

Note, no entanto, que eu não estou dizendo que a criatividade sozinha é importante. Em vez disso, é a criatividade que FUNCIONA que é vitalmente importante! Você poderia criar um ritual completamente selvagem ou ridículo, mas a sua mente e o seu ser podem refutá-lo. Sua magia pode falhar, porque você realmente não desafiou ou mudou suas crenças. Claro que não funcionou! Você fez o ritual no dia errado! Você não usou as cores ou atribuições certas! É claro! Você ainda não chegou lá. Quando você finalmente consegue fazer aquele ritual ridículo funcionar, é quando suas crenças quebram e você começa a perceber que as coisas não são o que você pensou.

Isso é o que você está procurando em uma pessoa, porque é o momento de transição de ser um magista eclético para ser um magista do caos.

Não deixe que alguém que apenas estudou um monte de coisas confundi-lo. Essa pessoa é apenas um magista eclético. É a pessoa que criou algo novo que funciona que é realmente um magista do caos.

Coisas mortas não podem produzir vida. Somente o que é vivo pode dar nascimento à coisas vivas.


*NOTA: ele coloca “noviço” e “noviciado”. As palavras foram trocadas para fazer mais sentido em português.

Deixe uma resposta

Back To Top
Search