Ver para Crer – Comercial do Necronomicon

Eu amei este comercial.

É simplista em sua paródia, não faz rodeios, e trata de forma tão séria como todos os outros comerciais que você vê na televisão no domingo de manhã para A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Entretanto, tem uma pequena ressalva.

Em vez do comercial vender a você O Livro de Mormon, ele oferece o Necromonicon. Sim, AQUELE que causou todo o problema para Ash nos filmes da trilogia Uma Noite Alucinante -The Evil Dead realmente existe!

Eu não posso dar uma explicação melhor do que a provida pelos criadores do vídeo:

Do you want to be a nicer person? Are you looking for inspiration to do good things? Well keep looking. But if you’re into opening up terrifying vistas of reality then the Esoteric Order of the Old Ones and Cthulhu Cultists want to help.

Quer ser uma pessoa melhor? Está procurando inspiração para realizar coisas boas? Bem, continue procurando. Mas se procura expandir os horizontes aterrorizantes da realidade então a Ordem Esotérica dos Antigos e Cultistas de Cthulhu quer ajudar

Confira o vídeo abaixo:

só faltou no final: Organizações Tabajara.

fonte: http://nerdbastards.com/2011/02/02/necromonicon-commercial/
ps: se você souber legendar o comercial, me avise que eu coloco aqui

As 100 Coisas que eu faria se fosse um Senhor do Mal

Se você gostar, se sentir livre para passá-la ou colocá-lo em qualquer lugar, desde que (1)  não seja alterado de alguma forma, e (2), este aviso de copyright seja anexado.


Ser um Vilão Infalível parece ser uma boa escolha de carreira. Paga-se bem, há todo tipo de regalias e você pode ajustar suas próprias horas. No entanto todo Vilão Infalível que eu li nos livros ou vi em filmes invariavelmente acaba sendo derrubado e destruído no final. Eu notei que não importa se eles são Senhores Bárbaros, Magos enlouquecido, Cientistas Loucos ou Invasores Alienígenas, eles parecem cometer sempre os mesmos erros básicos. Com isso em mente, permita-me apresentar:

As 100 Coisas que eu faria se fosse um Senhor do Mal

1. Minhas Legiões do Terror terão capacetes com visores de acrílico, e não placas tampando o campo de visão.

Continue lendo “As 100 Coisas que eu faria se fosse um Senhor do Mal”

O Jogo de Pôquer Cósmico

<Ordem> Estão cada um aqui? Cada um tem seu oposto?
<Caos> Eu estou aqui, mas meu oposto é você.
<Ordem> Ahn?
<Mal> Não deixe ele te encher. Estamos todos aqui.
<Verdade> Meu oposto não está aqui.
<Bem> Seu oposto é a ´Mentira´?
<Verdade> Meu oposto é o “vácuo”. Ele não conseguiu estar presente.
<Mal> >debochando< Figuras!
<Ordem> Agh! Como nós faremos para assentar os cinco? Esta mesa é
feita para seis!
<Mal> Apenas pegue uma cadeira e tire daqui.
<Bem> Eu tenho as cartas.
<Mal> Eu tenho as fichas.
<Verdade> Eu tenho a cerveja.
<Caos> Eu tenho as cartas!
<Ordem> Cale-se!

<Ordem> A mão é de quem?
<Mal> Você tem que perguntar isso TODA vez?
<Verdade> A mão é do Bem.
<Bem> OK, cinco cartas cada …uau, todas estão fantásticas.
<Mal> Como alguém pode ganhar se todas estão fantásticas?
<Bem> Ninguém pode ganhar, mas todos nós podemos nos chamar
vencendores se….
<Ordem> Eu gosto deste jogo.
<Mal> Isto é sem propósito.
<Verdade> Está na hora de pedir cartas.
<Bem> Aqui vamos nós! Sua aposta, Verdade.
<Verdade> Aposto 5 pratas.
<Ordem> Aposto as suas 5 e mais 5.
<Mal> Seus imbecis, ainda não perceberam? Não importa o quanto é
apostado no início!
<Ordem> Mas eu prefiro o número 10.
<Mal> >suspiro< Eu pago para ver.
<Caos> Eu passo.
<Mal> Mas você não pode perder!
<Caos> Ainda assim eu passo.
<Bem> OK, eu também pago. Quantas cartas, Verdade?
<Mal> Qual é o ponto em trocar cartas?
<Verdade> Eu manterei as 5 cartas que tenho.
<Ordem> Eu quero duas.
<Mal> Por que?!?
<Ordem> Eu não gostei daquelas.
<Mal> Nenhuma para mim.
<Caos> Eu quero seis.
<Bem> Sinto muito, você passou. A mão fica com as cartas. Apostas?
<Mal> Ah, anda logo com isso.
<Ordem> Mas agora nós temos que apostar!
<Mal> Qualquer dinheiro que vc colocar, você pegará depois!
<Verdade> Eu concordo com o Mal. Vamos motrar nossas cartas.
<Verdade> Eu tenho cinco ases.
<Ordem> Eu tenho cinco ases de espadas.
<Caos> Eu tenho uma trinca.
<Bem> Por favor, fique quieto. Eu também tenho cinco ases. Todos
nós ganhamos.
<Mal> Ahn, ahn. Seis ases. Vejam e chorem.
<Bem> Onde vocÊ conseguiu aquela carta?
<Verdade> Ele roubou-a do Caos.
<Mal> Vocês conhecem a regra rapazes, o monte de grana é meu.
<Bem> Este foi um jogo estúpido.
<Ordem> De quem é a mão?
<Verdade> O progresso da mão é pelo oposto de quem deu as cartas
antes. O Caos dá as cartas.
<Caos> Uau!
<todos fora o Caos> >gemidos<
<Caos> O jogo terá onze cartas com três, oitos, valetes e reis…
cincos conta como quatros, quatros contam como noves,
e rainhas não contam, a não ser que um número primo de
espadas apareça.
<Ordem> Eu passo…

fonte: http://www.Chaosmatrix.org/library/humor/poker.txt
Tradução – Lobo Solitário.
http://br.geocities.com/kaosbrasil/PokerCosmico.txt

Entrevista com Eris

Boa Noite, Estamos começando mais uma vez direito pelo Divagações.org e transmitido para todos os canais Pinealógicos em HD, o programa do Imago.

“APLAUSOS”

Essa noite temos uma convidada muito especial que veio aqui bater um papo comigo. Ela é atriz, cantora, compositora, arquiteta, historiadora, arroz-de-festa e socialite e agora está lançando um livro. Vem prá cá Eris !

Continue lendo “Entrevista com Eris”

Personality Disorder

freud

Este é um teste que faço desde a adolescência e traço um comparativo entre os resultados.
Me fascinou neste foi como sou um total louco desajustado psicologicamente,  Schizotypal é algo q sempre esteve em alta.  Mas o Histrionic e Schizoid são praticamente opostos.. o.O

E VOCÊ, GANHA DE MIM? XD

Continue lendo “Personality Disorder”

B.O.O.K.

Relatório Tecnológico: Anúncio de um dispositivo armazenador de conhecimento organizado embutido:
Built-in Orderly Organized Knowledge  – também conhecido por B.O.O.K.

B.O.O.K
B.O.O.K

O BOOK é um avanço revolucionário na tecnologia: sem fios, sem circuitos eletrônicos, sem baterias, nada a ser conectado ou ligado. É tão fácil usá-lo que até uma criança pode operá-lo. Apenas vire a capa! Compacto e portátil, pode ser usado em qualquer lugar – até mesmo numa poltrona perto da lareira – com potência suficiente para armazenar tantos dados quanto num CD-ROM.

Veja como funciona… Continue lendo “B.O.O.K.”