skip to Main Content
duende@divagacoes.org

Não pratique o mal, mas não aceite desaforos- Uma filosofia simples

Durante a maior parte da minha vida, tenho inconscientemente cumprido um mandamento não escrito. Um que é simples compreender, muitas vezes difícil de aplicar, mas sempre gratificante a longo prazo, se seguido a risca.

Esta filosofia simples é bem parecida com a lei da reciprocidade, popularmente conhecida como Regra de Ouro:

A regra de ouro pode ser encontrada em incontáveis tradições e filosofias pelo mundo.

Estas tradições datam de milhares e milhares de anos, em lugares como antigo Egito, China, Grécia, Roma, Pérsia, entre outros.

As implicações são magnificas de serem contempladas; Apesar de serem separadas geograficamente, a humanidade compartilha uma ética e ideologia comum. Além de estarem separadas por milhares de anos que foram canonizados pela guerra, o desejo de viver em paz continua inalterado.

Embora eu tenha o máximo respeito e admiração pela regra de ouro, ela ainda permanece incompleta porque não aborda um tópico imperativo: como lidar com aqueles que violam inconscientemente sua doutrina.

Não pratique o mal, mas não aceite desaforos.

Read More

Conto Zen: Apego

Um dia morreu o guardião de um mosteiro Zen. Para decidir quem seria a nova sentinela, o mestre convocou os discípulos e disse:

O primeiro que conseguir resolver o problema que eu vou apresentar assumirá o posto.

Então, numa mesa que estava no centro da sala, colocou um vaso de porcelana muito raro, com uma rosa amarela de extraordinária beleza. E disse apenas:

Read More
Japamala Manual

Japamala Manual

Para quem não tem o japamala, tradicional cordão budista com 108 contas. Um método para contar mantras sem a necessidade de nada além das próprias mãos: Sua mão direita será a contagem curta (marcada com números) E a mão esquerda…

Read More

Kalama Sutra

Koan "Tenhais confiança não no mestre, mas no ensinamento. Tenhais confiança não no ensinamento, mas no espírito das palavras. Tenhais confiança não na teoria, mas na experiência. Não creiais em algo simplesmente porque vós ouvistes. Não creiais nas tradições simplesmente…

Read More

Mantendo um journal

O exercício de transformar em palavras reflexões sobre eventos que passou durante o dia a dia é uma maneira inestimável de mensurar sua performance, definir padrões elevados de excelência e encontrar novas formas que resolver problemas difíceis.

O que um journal pode fazer?

Muitas pessoas têm certa resistência a manter um journal porque eles pensam que não são escritores bons o suficiente, que alguém vai ler seus pensamentos mais profundos ou ainda que eles têm coisas mais importantes pra fazer.
Mas a menos que seja capaz de avaliar seus sentimentos e habilidades, e aceitar autocrítica, você provavelmente não vai se preocupar em diminuir suas fraquezas ou aumentar suas forças.
Invés de pensar que esse journal é o mesmo que um diário (um livro que você meramente relata seus eventos do dia), pense que é um local para autorreflexão, auto expressão e auto exploração NT (utilizo a palavra journal justamente por conta dessa diferenciação). Recontar os eventos do dia é menos relevante do que o ato de expressar seus pensamentos.
Apenas pensar sobre suas emoções já vai permitir que dê forma a elas.

Benefícios de manter um journal.
Read More

Ritual de Apoio – Change Brasil

Esse ritual possui a intenção de fornecer ajuda mística aos manifestantes nos diversos lugares do Brasil, por ocasião dos protestos da Copa. Ele não é restrito, e qualquer um pode utilizá-lo. Está simples para que cada um adapte da forma como deseja, o importante é fazer alguma coisa. Repasse a seus conhecidos para ajudarem também : http://www.divagacoes.org/ritual-de-apoio/
Read More
Ritual Menor Do Pentagrama – Completo E Detalhado

Ritual Menor do Pentagrama – Completo e Detalhado

Traduzido por Andreas Noleto

As instruções reais para fazer o próximo ritual que você aprenderá, o Ritual Menor do Pentagrama, serão dadas adiante. Agora, neste ponto, há provavelmente alguns de vocês lendo isso e pensando: “Mas eu aprendi esse ritual anos atrás! Alem disso, é tão simples!”. Bem, se você acha que é simples você nunca fez corretamente e com pleno conhecimento do ritual. É um ritual básico, mas não é simples. É curto e fácil de memorizar, mas não simples.

De acordo com meu dicionário, a palavra “básico” significa “algo que forma uma base, como um ingrediente básico, algo que é fundamental”. Eu não posso estimar a natureza fundamental desse ritual e como sua prática vai mudar a sua vida e melhorar suas habilidades psíquicas e mágicas. Eu o tenho feito pelo menos uma vez por dia por quase dez anos, e não tenho vontade de parar. É um ritual curto e básico que é necessário para o seu desenvolvimento como um verdadeiro Mago Cerimonial.

Há três razões para fazer este ritual. A mais importante, ainda que mais etérea, é conhecer a si mesmo. Você vai saber se você tem a força de vontade para manter a pratica de um ritual desse tipo em uma base diária. Você irá desenvolver um sentimento diferente sobre si mesmo e sua relação com os outros e com o mundo ao seu redor. Isso irá afetá-lo de muitas formas positivas, sutis.

Em segundo lugar, ele irá expandir a sua aura. Isso fará com que os outros gostem de você, te respeitem mais e venham até você por conforto. Você vai perceber que isso está acontecendo quando as pessoas começam a fazer perguntas como: “essa roupa é nova? você emagreceu? fez algo no cabelo?” mesmo que a roupa seja velha, seu cabelo seja o mesmo e que não tenha perdido uma grama. A maioria das pessoas pode detectar a aura inconscientemente e serão capazes de notar alguma mudança em você. Mas não vão saber que foi a aura que mudou, então eles tem que vir com algo que lhes é familiar, algo no plano físico como um corte de cabelo, roupas ou peso. Conforme sua aura se expande e ilumina, você também vai notar que está tornando-se mais forte espiritualmente e psicologicamente do que jamais esteve antes.

Em terceiro lugar, esse ritual (RMP para abreviar) irá remover das imediações (banir) quaisquer influências indesejáveis. Isto inclui influências físicas e as não-físicas incluindo forças astrais e elementais. Esta é uma das maiores defesas contra ataque psíquico de todas. Quanto mais você praticar o RMP, mais seguro, e mais em paz você estará.

A atitude que você adota quando executa este ritual é importante. Pessoas que trabalham com computadores costumam dizer: “lixo entra, lixo sai”. De forma similar, você sairá do ritual com exatamente o que colocou nele. Vá para este ritual com raiva e você irá sair dele sentindo mais raiva. Você deveria assumir uma postura de beleza e júbilo. Realizar alguma pratica de relaxamento imediatamente antes do RMP vai ajudá-lo a alcançar o estado de consciência desejado.

Você deve ser muito positivo; seguro de que quando você chamar os Arcanjos eles estarão lá, certo de que os pentagramas estão realmente lá, confiante de que está fazendo no máximo empenho possível para você.

No entanto, você não deve ter “ânsia de resultado”. Concentre-se no ritual, não no que você espera que seja o resultado do ritual. Se você executar o ritual com total concentração, você será bem sucedido. Se você se concentrar em outra coisa, como o que você espera experienciar ou o que você espera como resultado do ritual, você estará dividindo suas energias e o ritual vai diminuir em sua eficácia.

Quando você executa o ritual, você precisa entender que você não está mais em sua casa ou apartamento. Nem está apenas ao ar livre. Em vez disso, você está no Templo dos Deuses. Você também está na presença da Divindade. Onde quer que esteja, quando você faz este ritual a área se torna um lugar sagrado. Você deve tratá-lo como tal.

Read More

Quando a Força de Vontade é atropelada por Maus Hábitos

“A Consência sussura, mas interesses gritam alto.” ~J. Petit-Senn

Você já se preparou para iniciar um novo hábito ou objetivo, mas encontrou sua força de vontade falhando?

Muitos novos empreendimentos são frustrados pelo hábito de checar e-mails pela manhã. Por exemplo – queremos exercitar (caminhar ou correr) ou escrever ou meditar, mas não podemos resistir verificar e-mail por apenas um minuto… e então nos perdemos, descendo o buraco do coelho.

Como podemos construir a força de vontade para vencer estes maus hábitos?

Leitora Shanna Mann escreveu recentemente:

“Adoraria saber como superar força de vontade sendo isto a palavra final no estabelecimento de metas :). Eu estava fazendo páginas matinais esta manhã, e apesar de apreciar a tarefa, valorizando a clareza que ela traz, e ser capaz quantificavelmente de medir o quanto mais produtiva elas me fazem, acho tão difícil escrevê-las em vez de checar meus e-mails na primeira coisa na parte da manhã.
O que diabos eu estou errando aqui? “

Shanna, é claro, está falando sobre a sugestão de Julia Cameron de escrever três páginas a mão num fluxo livre da consciência, todas as manhãs, não importando sobre o que escrever, antes de fazer qualquer outra coisa. Eu estou meio que fazendo isso agora, enquanto escrevo este post.

É um belo hábito. Mas Shanna é desarmada pelo desejo de verificar primeiramente os e-mails todos os dias. Ela está carente de força de vontade para alcançar seus objetivos?

Em uma palavra: não.

Read More
Back To Top