Repressão de sigilos

Sigilos, mais intensos do que você imagina
Sigilos - São legais pra caralho!

É uma dúvida de todo magista que começa a trilhar a senda “caótica” o significado de como esquecer o sigilo, tanto que na kaos-brasil ela é recorrente também. Para facilitar a pesquisa estou copiando aqui a pergunta(não divulgarei o nome do autor) e a resposta(do pássaro da noite):

Caros,
A pouco tempo tenho começado com meus estudos na magia do caos e achei muito interessante, tenho feito diversos exercícios e tenho obtido resultados interessantes.
Minha concentração aumentou, controle da minha mente e tal… mas agora estou obrigado a fazer algo pra mim realmente, pois surgiu uma situação complicada, então achei que já era hora de parar um pouco os estudos e resolver colocar as coisas em prática…
Então construí meu sigilo, fiz um mantra e um yantra, esquadrinhei o dia e horário propício pra lançar, mentalizei o q eu precisava e vi q seria melhor mesmo eu colocar sangue, apesar de odiar furar partes de meu corpo, mas eu realmente precisava de um resultado.
Então lancei meu sigilo, consegui esquece-lo e deixei o tempo rolar, mas aconteceu o inverso do desejo, a coisa em vez de alterar pra melhor complicou mais ainda e to começando a me foder de verdade.
Será que pelo jeito posso ter feito alguma coisa errada? Outra, seria por um acaso nem ter que ser um sigilo, mas algo mais complexo?
Bem, aguardo o q vem de resposta do pessoal, que vejo terem mais experiência q eu?
Atenciosamente,
XX

—————————

Saudações.

Muitas são as opiniões sobre o tema. Dar-lhe-ei a minha, sem com isto dizer que ela será a certa e as demais erradas, pois todas as idéias têm potência para serem aplicadas.

Existem duas técnicas que são associadas à Magia do Caos, sigilos e servidores. Como todas as técnicas usadas pela Magia do Caos, elas foram criadas com base em outras tradições. Sigilos são representações simbólicas de desejos a serem transformados em realidade percebível. Servidores são energias condensadas em torno de símbolos, que representam um estado de coisas a alcançar, ou, como digo, um espírito.

Simbolização de desejos são coisas tão antigas quanto a humanidade. Desde o homem das cavernas que a humanidade rabisca seus desejos e ansiedades como forma de externá-las, colocá-las para fora de si. O que Austin Osman Spare fez com a técnica foi estabelecer o princípio do REPRESSÃO como forma de manifestação daquilo que foi implantado no subconsciente (o sigilo).

Eis que esta é a chave do sucesso da técnica: Repressão. Muitos
autores e praticantes usam a palavra ESQUECIMENTO, dizendo que
assim que vc implanta o sigilo no subconsciente deve esquecê-lo.
Creio que o uso desta palavra leve os praticantes ao erro na
compreensão do processo. Esquecimento e Repressão são duas palavras diferentes que denotam uma atitude passiva para a primeira e ativa para a segunda.

Logo REPRIMIR o desejo consiste de uma postura ativa, de uma ação. Que ação é esta? A ação de REPRIMIR da sua mente qualquer ansiedade e consideração sobre o sucesso ou insucesso da operação, de tirar o assunto totalmente dos processos racionais enquanto ANSIEDADE ou EXPECTATIVA PELO RESULTADO.

Significa que o praticante precisa deixar de ter qualquer EXPECTATIVA pelo RESULTADO. Ora, isto difere de esquecimento. Esquecemos coisas sem importância, para o qual o nível de EXPECTATIVA é quase nulo.

Então chegamos no ponto onde quero mostrar que REPRIMIR um desejo significa ter a postura ativa de mente para tornar o DESEJO algo SEM IMPORTÂNCIA. Só assim se chega ao esquecimento. Pelo esvaziar da importância do desejo, e com isto trazer ativamente o esquecimento.

Então a pergunta passa a ser: COMO TORNAR UM DESEJO IMPORTANTE EM ALGO SEM IMPORTÂNCIA? Pois aeh está a chave do sucesso do sigilo.

Alguns praticantes fazem o caminho de iniciar com desejos realmente sem importância. Algo como (desculpem o exemplo besta) ter nuvens sobre a piscina para nadar no clube sem tomar sol. Para quem quer e está decidido a ir ao clube nadar, o sol é algo quase sem importância. Quem quer nadar nada com sol, sem sol, com chuvisco (só não nada com chuva de relâmpagos, por cautela). Então TANTO FAZ, TANTO FAZ SE HOUVER SOL OU SE HOUVEREM NUVENS, NEM UMA COISA NEM OUTRA TÊM IMPORTÂNCIA.

Esta é a condição ideal de REPRESSÃO do desejo de nadar em uma piscina coberta de nuvens.

Espero ter contribuído para uma melhor interpretação da técnica.

CAOS!

}:P