skip to Main Content
duende@divagacoes.org

O Diabo

– Thou Shall Not Pass

Existem momentos memoráveis da literatura ou do cinema – talvez de ambos – que nos ajudam a entender algumas coisas e assim, acredito que a imagem de Gandalf colaborará com o tema de hoje: Escudos Psíquicos.

Um escudo é uma proteção que levantamos – ou mantemos levantada indefinidamente? – contra forças externas: sejam ambientes, pessoas, espíritos ou qualquer coisa que possa fazer a pessoa sentir-se mal.

Hoje vou me focar mais na questão de ataques direcionados intencionalmente por parte de uma pessoa a outra, e assim chamo em suas memórias a cena de o Senhor dos Anéis*:

Continue lendo

A Temperança

Saudações Joviais

Hoje me sinto calmo e paciente – e ainda nem tomei nada do armário de remédios. ainda.  Aproveitando portanto esta vibe Zen, pensei em tirar alguns momentos para falar sobre meditação.

Sim concordo que atualmente é dificil tirarmos um momento para uma atividade tão simples, e acredito que todos temos problemas – ou desculpas – para dizer: ah amanhã eu começo denovo…. – eu sei que eu tenho. :P.

Mas por outro lado talvez nos também estamos ritualizando algo que deveria ser mais simples: Quando se fala de meditação logo se pensa nos monges do tibete, sentar-se em posição de lotus ou para os mais descontraídos deitar na cama confortavelmente.

Continue lendo

Intervalo: Elogio aos Gênios

Olá Todos,  Farei hoje um post fora da minha série habitual tendo em vista duas coisas que achei interessantes: o Post do duende-amigo "elogio dos idiotas" e uma "reportagem" que vi hoje, mas é de uns 3 dias atrás. A…

Continue lendo

Elogio aos Idiotas

A idiotice tem várias facetas. Há espertalhões, por exemplo, que para não serem considerados burros aplaudem o que não entendem e há pessoas geniais – como Eistein – que passam por idiotas. A verdade é que os idiotas, como os sábios, tentam sempre, sem medo de errar.

Prensa Três

Na vida acelerada do mundo de hoje, todos querem ser espertos, vivos e astuciosos. Ninguém quer ficar para trás – quando você está indo, os outros já estão voltando. Ninguém mais diz frases com segundas intenções: dizem coisas com terceiras, quartas e quintas intenções. Frases que, com sorte, um leigo demora de dez a 30 minutos para decifrar, e até dois dias para imaginar uma resposta à altura.

Em compensação, alguém que diz diretamente aquilo que pensa acaba provocando escândalo e mal-estar. É imediatamente catalogado como perigoso e tratado como idiota. A sinceridade parece contrariar as normas da convivência e da boa educação modernas. Assim, as pessoas bem-educadas são amáveis, mas nem sempre se deve acreditar no que dizem.

A idiotice é um tema vasto, com muitos aspectos diferentes, que sempre esteve presente na minha vida e está inscrita com destaque na cultura brasileira. Um exemplo disso são as tradicionais piadas de português. Elas são uma projeção da brasilidade. No fundo, os portugueses idiotas das piadas somos nós. Os episódios que envolvem Manuel, Joaquim e Maria são todos uma parte da alma do nosso país – tanto é assim que só são conhecidos no Brasil. Em Portugal, ao contrário, circulam piadas de brasileiros.

É certo que, quando examinamos a questão da inteligência e da idiotice, surgem algumas perguntas indiscretas: o que é, afinal, inteligência? O que é burrice? Quantos tipos há de idiotas?

Continue lendo

Justiça

Serenity Now ! Após muito papear com alguns colegas, percebi que existe uma questão que deveria ser colocada e que melhor momento para fazê-lo do que sob o signo de Têmis? Até o momento falamos sobre energia e sua manipulação,…

Continue lendo

O Jogo de Pôquer Cósmico

<Ordem> Estão cada um aqui? Cada um tem seu oposto? <Caos> Eu estou aqui, mas meu oposto é você. <Ordem> Ahn? <Mal> Não deixe ele te encher. Estamos todos aqui. <Verdade> Meu oposto não está aqui. <Bem> Seu oposto é…

Continue lendo
Back To Top
Search